Esporte? Yoga entra nos Jogos Asiáticos e sonha com presença nas Olimpíadas

A prática esportiva ainda luta para ser reconhecida como esporte e entrar no programa olímpico

Olha o futuro…


Uma modalidade conseguiu dar um importante passo para ganhar o aval de “esporte”: o yoga. A atividade fará parte dos Jogos Asiáticos, de acordo com anúncio do Conselho Olímpico da Ásia (OCA), no último dia 26.


ReadyNow

A presidente da Associação Olímpica da Índia P.T Usha, uma ex-atleta dos 400m com barreiras, fez o pedido que acabou sendo aceito pelo Conselho. Ela comemorou a decisão:

“Estou orgulhosa que esforços feitos pela Índia para incluir o yoga na maior celebração do esporte está gerando repercussão”, disse ela.

No entanto, ainda existe um obstáculo para o yoga ser incluído nos Jogos Asiáticos: a decisão final do Conselho Geral do OCA, ainda sem data para acontecer.


Com a evolução do comércio eletrônico, PayRetailers inova para revolucionar o mercado de pagamentos - Startups
Avante NetWork - Casino Affiliate Platform | LinkedIn

iGaming & Gaming International Expo - IGI

‘Luta’ para estar no programa olímpico

Não é de hoje que o yoga vem lutando para ser reconhecido como o esporte. Desde 2012, a Federação Internacional dos Esportes de Yoga (ISF) busca a entrada da atividade nas Olimpíadas.

A Índia, inclusive, é uma das precursoras do movimento. Lá, o yoga existe há mais de 200 anos, destes, há pelo menos 100 anos são disputados campeonatos. Nas competições, os atletas precisam exibir poses ou posturas (asanas) dentro de um tempo exigido sendo analisados por juízes.

Porém, o yoga não aparece como um candidato aos Jogos de Los Angeles 2028. Especula-se que nove esportes estão concorrendo para entrarem no programa olímpico, casos do caratê, críquete, flag football e kart.

[[{“value”:”A prática esportiva ainda luta para ser reconhecida como esporte e entrar no programa olímpico
Olha o futuro…

Uma modalidade conseguiu dar um importante passo para ganhar o aval de “esporte”: o yoga. A atividade fará parte dos Jogos Asiáticos, de acordo com anúncio do Conselho Olímpico da Ásia (OCA), no último dia 26.

A presidente da Associação Olímpica da Índia P.T Usha, uma ex-atleta dos 400m com barreiras, fez o pedido que acabou sendo aceito pelo Conselho. Ela comemorou a decisão:

“Estou orgulhosa que esforços feitos pela Índia para incluir o yoga na maior celebração do esporte está gerando repercussão”, disse ela.

No entanto, ainda existe um obstáculo para o yoga ser incluído nos Jogos Asiáticos: a decisão final do Conselho Geral do OCA, ainda sem data para acontecer.

‘Luta’ para estar no programa olímpico

Não é de hoje que o yoga vem lutando para ser reconhecido como o esporte. Desde 2012, a Federação Internacional dos Esportes de Yoga (ISF) busca a entrada da atividade nas Olimpíadas.

A Índia, inclusive, é uma das precursoras do movimento. Lá, o yoga existe há mais de 200 anos, destes, há pelo menos 100 anos são disputados campeonatos. Nas competições, os atletas precisam exibir poses ou posturas (asanas) dentro de um tempo exigido sendo analisados por juízes.

Porém, o yoga não aparece como um candidato aos Jogos de Los Angeles 2028. Especula-se que nove esportes estão concorrendo para entrarem no programa olímpico, casos do caratê, críquete, flag football e kart.”}]]