Ferreirinha manda recado para Matheus Henrique, alvo do São Paulo: “Vai vir?”

Meio-campista interessa ao Tricolor e conversou com o atacante são-paulino

Diretoria de olho


O São Paulo está muito bem sob o comando de Luis Zubeldía. Em 11 jogos, são oito vitórias e três empates. Na última quinta-feira (13), o Tricolor ficou no empate sem gols com o Internacional.


ReadyNow

O lance mais falado, no entanto, foi o gol anulado de Jonathan Calleri, que recebeu cruzamento e marcou de cabeça, mas a arbitragem acabou assinalando impedimento.

O Tricolor chegou até a mandar um ofício à CBF para reclamar sobre o ocorrido. Em meio a tudo isso, a diretoria segue atrás de reforços para melhorar o elenco de Zubeldía, já que o time terá grandes desafios.

Um dos alvos do São Paulo é o meio-campista Matheus Henrique, que está no Sassuolo, da Itália, onde foi rebaixado à segunda divisão. A equipe do Morumbi tem um ‘trunfo’ para a chegada dele: Ferreirinha.


Com a evolução do comércio eletrônico, PayRetailers inova para revolucionar o mercado de pagamentos - Startups
Avante NetWork - Casino Affiliate Platform | LinkedIn

iGaming & Gaming International Expo - IGI

Mensagem no privado

Em entrevista à ESPN, o meia afirmou que quando começou a receber sondagens do futebol brasileiro, o atacante são-paulino mandou uma mensagem perguntando se ele iria ao Tricolor.

Quando saíram as notícias ele me mandou (risos). Ele mandou o ‘olhinho’ (emoji) e falou: ‘Vai vir?’ Saiu aí um monte de coisa. Primeiro que isso, como falei, me deixa feliz. Desses clubes demonstrarem interesse, mas eu sou muito tranquilo”, disse.

Matheus tem contrato com o time italiano até junho de 2026, mas não deve permanecer, haja visto o descenso à Série B do torneio nacional. No entanto, o São Paulo tem concorrentes no jogador, como Grêmio e Cruzeiro.

Preferência revelada

Na sequência, o jogador admitiu que a sua preferência para o futuro da carreira é continuar no futebol europeu. Além disso, afirmou que a ideia é continuar no futebol italiano, onde está adaptado.

“Minha preferência é lá (Europa). É futebol europeu e, principalmente, na Itália. Já estou adaptado, tem a língua”, finalizou. Nesta temporada, foram 32 jogos no Sassuolo, com dois gols e três assistências.

[[{“value”:”Meio-campista interessa ao Tricolor e conversou com o atacante são-paulino
Diretoria de olho

O São Paulo está muito bem sob o comando de Luis Zubeldía. Em 11 jogos, são oito vitórias e três empates. Na última quinta-feira (13), o Tricolor ficou no empate sem gols com o Internacional.

O lance mais falado, no entanto, foi o gol anulado de Jonathan Calleri, que recebeu cruzamento e marcou de cabeça, mas a arbitragem acabou assinalando impedimento.

O Tricolor chegou até a mandar um ofício à CBF para reclamar sobre o ocorrido. Em meio a tudo isso, a diretoria segue atrás de reforços para melhorar o elenco de Zubeldía, já que o time terá grandes desafios.

Um dos alvos do São Paulo é o meio-campista Matheus Henrique, que está no Sassuolo, da Itália, onde foi rebaixado à segunda divisão. A equipe do Morumbi tem um ‘trunfo’ para a chegada dele: Ferreirinha.

Mensagem no privado

Em entrevista à ESPN, o meia afirmou que quando começou a receber sondagens do futebol brasileiro, o atacante são-paulino mandou uma mensagem perguntando se ele iria ao Tricolor.

“Quando saíram as notícias ele me mandou (risos). Ele mandou o ‘olhinho’ (emoji) e falou: ‘Vai vir?’ Saiu aí um monte de coisa. Primeiro que isso, como falei, me deixa feliz. Desses clubes demonstrarem interesse, mas eu sou muito tranquilo”, disse.

Matheus tem contrato com o time italiano até junho de 2026, mas não deve permanecer, haja visto o descenso à Série B do torneio nacional. No entanto, o São Paulo tem concorrentes no jogador, como Grêmio e Cruzeiro.

Preferência revelada

Na sequência, o jogador admitiu que a sua preferência para o futuro da carreira é continuar no futebol europeu. Além disso, afirmou que a ideia é continuar no futebol italiano, onde está adaptado.

“Minha preferência é lá (Europa). É futebol europeu e, principalmente, na Itália. Já estou adaptado, tem a língua”, finalizou. Nesta temporada, foram 32 jogos no Sassuolo, com dois gols e três assistências.”}]]