Governador do Mato Grosso chama de “hipocrisia” a proibição de jogos de azar

Mauro Mendes afirma que o melhor caminho seria a legalização.



ReadyNow

Mato Grosso.- O governador do estado do Mato Grosso, Mauro Mendes (União Brasil), criticou a proibição de jogos de azar, como cassinos e jogo do bicho, no Brasil. O representante do poder executivo chamou de “hipocrisia” a situação legal dessas práticas atualmente.

Segundo o que publicou o site JB News, o governador afirmou que muitos brasileiros viajam para países vizinhos, na América do Sul, para poder jogar em locais onde os cassinos são permitidos. “Eles saem do país para ir jogar em cassinos da Argentina e Uruguai. É uma boa hipocrisia o que vivemos neste país”, disse Mendes.

Em relação ao jogo do bicho, o governador comentou sobre esse tipo de jogo ser praticado no país há muitos anos sem nenhum governo ter agido para impedir. “Jogo do bicho está acontecendo de Norte a Sul, de Leste a Oeste há décadas nesse país, na cara e barba de todos os governos que passaram por aí. O melhor, então, é legalizar esse negócio”, declarou Mauro.


Com a evolução do comércio eletrônico, PayRetailers inova para revolucionar o mercado de pagamentos - Startups
Avante NetWork - Casino Affiliate Platform | LinkedIn

iGaming & Gaming International Expo - IGI

Por fim, o governador do Mato Grosso confessou não conhecer detalhadamente o Projeto de Lei (PL) 2234/22, que legaliza cassinos, bingos, jogo do bicho, apostas em corridas de cavalo e as versões digitais desses jogos de azar. Mendes afirmou que pretende analisar o texto detalhadamente para emitir uma opinião definitiva, porém já adiantou que considera que a legalização seria a melhor solução.

O PL 2234/22 foi aprovado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado Federal. A proposta precisa ainda passar pela votação no Plenário da casa para seguir para a sanção presidencial.

Veja também: Lula afirma que vai sancionar lei de jogos de azar caso seja aprovada pelo Congresso

Mauro Mendes afirma que o melhor caminho seria a legalização.

Mato Grosso.- O governador do estado do Mato Grosso, Mauro Mendes (União Brasil), criticou a proibição de jogos de azar, como cassinos e jogo do bicho, no Brasil. O representante do poder executivo chamou de “hipocrisia” a situação legal dessas práticas atualmente.

Segundo o que publicou o site JB News, o governador afirmou que muitos brasileiros viajam para países vizinhos, na América do Sul, para poder jogar em locais onde os cassinos são permitidos. “Eles saem do país para ir jogar em cassinos da Argentina e Uruguai. É uma boa hipocrisia o que vivemos neste país”, disse Mendes.

Em relação ao jogo do bicho, o governador comentou sobre esse tipo de jogo ser praticado no país há muitos anos sem nenhum governo ter agido para impedir. “Jogo do bicho está acontecendo de Norte a Sul, de Leste a Oeste há décadas nesse país, na cara e barba de todos os governos que passaram por aí. O melhor, então, é legalizar esse negócio”, declarou Mauro.

Por fim, o governador do Mato Grosso confessou não conhecer detalhadamente o Projeto de Lei (PL) 2234/22, que legaliza cassinos, bingos, jogo do bicho, apostas em corridas de cavalo e as versões digitais desses jogos de azar. Mendes afirmou que pretende analisar o texto detalhadamente para emitir uma opinião definitiva, porém já adiantou que considera que a legalização seria a melhor solução.

O PL 2234/22 foi aprovado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado Federal. A proposta precisa ainda passar pela votação no Plenário da casa para seguir para a sanção presidencial.

Veja também: Lula afirma que vai sancionar lei de jogos de azar caso seja aprovada pelo Congresso