Patrick faz desabafo sobre críticas após empate do Santos: “Não é hora de apontar o dedo”

Peixe empatou sem gols com o Mirassol e voltou a frustrar seus torcedores. Paulistas perderam chance de entrar no G-4 da Série B

Empate frustrante na Segundona


Na noite da última terça-feira (25), o Santos perdeu uma oportunidade de ouro na Série B do Campeonato Brasileiro. Isso porque teve a chance de entrar no G-4 do Campeonato Brasileiro.


ReadyNow

Porém, isso acabou não acontecendo porque a equipe paulista ficou no empate com o Mirassol, sem gols, em jogo realizado fora de casa, e assim voltou a frustrar seus torcedores.

Mesmo sendo enaltecido por Alex Muralha, goleiro do Mirassol, o momento é instável. Inclusive, Patrick acabou se manifestando após a partida e fez um grande desabafo em entrevista.

Jogador diz que vai trabalhar

O meia-atacante que chegou do Atlético/MG foi questionado sobre seu rendimento e foi enfático: “Preciso retomar minha confiança, preciso ter uma sequência. Eu tenho que fazer essa autocrítica. (…) Eu pretendo melhorar e ajudar meus companheiros” afirmou.


Com a evolução do comércio eletrônico, PayRetailers inova para revolucionar o mercado de pagamentos - Startups
Avante NetWork - Casino Affiliate Platform | LinkedIn

iGaming & Gaming International Expo - IGI

Ele também comentou a respeito das críticas que vem sofrendo: “Vou seguir trabalhando. Eu acho que agora não é a hora de apontar o dedo, de dizer quem tá certo e quem tá errado. Eu acho que eu tenho que assumir minha responsabilidade, vim pra jogar no Santos e tenho ciência que posso dar mais. Independente do que falam, vou botar minha cabeça no lugar, ficar com a mente tranquila e dar uma resposta pra ontem”, completou.

Por fim, o camisa 88 ainda falou do momento de sua equipe e a queda de rendimento: “O time tem um jeito de jogar e, infelizmente, em alguns jogos fora de casa esse jeito acabou não encaixando e a gente perdeu pontos que seriam importantes pra gente dentro da competição. (…) É questão de ajuste, eu acho que o professor tá fazendo um bom trabalho, estamos nos dedicando ao máximo. (…) A gente espera se acertar o mais rápido possível para seguir em frente”, concluiu.

Torcida ficou preocupada

Após a partida, que fez o Leão do Mar se manter na quinta posição da Segundona, com 19 pontos conquistados, em 12 partidas, uma situação acabou deixando os adeptos santistas em alerta.

Isso porque o atacante Guilherme sentiu um incômodo e acabou deixando o gramado no intervalo, com o venezuelano Rómulo Otero voltando em seu lugar após o intervalo. Até agora, nenhuma lesão foi confirmada.

Reações da torcida sobre Patrick

[[{“value”:”Peixe empatou sem gols com o Mirassol e voltou a frustrar seus torcedores. Paulistas perderam chance de entrar no G-4 da Série B
Empate frustrante na Segundona

Na noite da última terça-feira (25), o Santos perdeu uma oportunidade de ouro na Série B do Campeonato Brasileiro. Isso porque teve a chance de entrar no G-4 do Campeonato Brasileiro.

Porém, isso acabou não acontecendo porque a equipe paulista ficou no empate com o Mirassol, sem gols, em jogo realizado fora de casa, e assim voltou a frustrar seus torcedores.

Mesmo sendo enaltecido por Alex Muralha, goleiro do Mirassol, o momento é instável. Inclusive, Patrick acabou se manifestando após a partida e fez um grande desabafo em entrevista.

Jogador diz que vai trabalhar

O meia-atacante que chegou do Atlético/MG foi questionado sobre seu rendimento e foi enfático: “Preciso retomar minha confiança, preciso ter uma sequência. Eu tenho que fazer essa autocrítica. (…) Eu pretendo melhorar e ajudar meus companheiros” afirmou.

Ele também comentou a respeito das críticas que vem sofrendo: “Vou seguir trabalhando. Eu acho que agora não é a hora de apontar o dedo, de dizer quem tá certo e quem tá errado. Eu acho que eu tenho que assumir minha responsabilidade, vim pra jogar no Santos e tenho ciência que posso dar mais. Independente do que falam, vou botar minha cabeça no lugar, ficar com a mente tranquila e dar uma resposta pra ontem”, completou.

Por fim, o camisa 88 ainda falou do momento de sua equipe e a queda de rendimento: “O time tem um jeito de jogar e, infelizmente, em alguns jogos fora de casa esse jeito acabou não encaixando e a gente perdeu pontos que seriam importantes pra gente dentro da competição. (…) É questão de ajuste, eu acho que o professor tá fazendo um bom trabalho, estamos nos dedicando ao máximo. (…) A gente espera se acertar o mais rápido possível para seguir em frente”, concluiu.

Torcida ficou preocupada

Após a partida, que fez o Leão do Mar se manter na quinta posição da Segundona, com 19 pontos conquistados, em 12 partidas, uma situação acabou deixando os adeptos santistas em alerta.

Isso porque o atacante Guilherme sentiu um incômodo e acabou deixando o gramado no intervalo, com o venezuelano Rómulo Otero voltando em seu lugar após o intervalo. Até agora, nenhuma lesão foi confirmada.

Reações da torcida sobre Patrick”}]]