Abel Ferreira avalia opções no ataque do Palmeiras com o retorno de Endrick

Verdão conta com nove atletas no setor ofensivo

O retorno do atacante Endrick


O jovem talento Endrick se despediu do Pré-Olímpico com a Seleção Brasileira, encerrando uma participação que não rendeu a vaga para os Jogos de Paris.


Com apenas 17 anos, ele se prepara para se apresentar no Palmeiras pela primeira vez em 2024, completando assim um setor do time que tem passado por significativas mudanças neste início de temporada: o ataque.

O Palmeiras, conhecido por manter poucas movimentações no elenco, viu-se diante de alterações consideráveis na linha ofensiva.

Duas contratações foram feitas no setor, somadas à promoção de um jogador da base, além de lidar com lesões. Agora, o clube conta com nove nomes para o decorrer da temporada, embora nem todos estejam disponíveis em sua totalidade.

A situação do ataque palmeirense

Entre os centroavantes, destacam-se Endrick, Flaco López e Rony, cada um com suas características e importância tática para a equipe.

Foto: João Guilherme Arenazio/Getty Images – Endrick, atacante do Palmeiras

Nas pontas, a situação não é diferente, com Breno Lopes, Luis Guilherme, Dudu (que se recupera de lesão), Estêvão (recém-promovido), além dos recém-contratados Bruno Rodrigues e Lázaro.

Endrick, que despontou como um dos destaques na conquista do título brasileiro na última temporada, está vendido ao Real Madrid e seguirá para a Espanha ao completar 18 anos. Sua iminente partida abre uma vaga em aberto na posição de centroavante, ainda a ser preenchida pela comissão técnica.

Enquanto isso, nas pontas, as expectativas giram em torno das mudanças promovidas pelas contratações e pela recuperação de jogadores lesionados.

Panorama para a temporada

Dudu, por exemplo, trabalha arduamente para retornar aos gramados após uma lesão no joelho direito, sofrida em agosto do ano passado. Já Bruno Rodrigues, recém-chegado, enfrenta um período de até cinco meses de recuperação de uma lesão no joelho.

Para ampliar as opções no setor, o Palmeiras trouxe Lázaro por empréstimo do Almería, da Espanha, visando reforçar o elenco de Abel Ferreira. O jogador, que atua pelas pontas, chega como mais uma alternativa para o técnico português.

A presença de outros jogadores, como Estêvão e Breno Lopes, completa o quadro do ataque alviverde, com o técnico Abel Ferreira expressando sua apreciação pela permanência de Breno, destacando sua importância para o time, tanto como titular quanto como opção vinda do banco de reservas.

Assim, o Palmeiras inicia o ano de 2024 com uma formação robusta no ataque, mas também com desafios a superar, como as lesões de jogadores-chave e a necessidade de encontrar um substituto para Endrick no meio do ano.

O que dizem os torcedores

[[{“value”:”Verdão conta com nove atletas no setor ofensivo
O retorno do atacante Endrick

O jovem talento Endrick se despediu do Pré-Olímpico com a Seleção Brasileira, encerrando uma participação que não rendeu a vaga para os Jogos de Paris.

Com apenas 17 anos, ele se prepara para se apresentar no Palmeiras pela primeira vez em 2024, completando assim um setor do time que tem passado por significativas mudanças neste início de temporada: o ataque.

O Palmeiras, conhecido por manter poucas movimentações no elenco, viu-se diante de alterações consideráveis na linha ofensiva.

Duas contratações foram feitas no setor, somadas à promoção de um jogador da base, além de lidar com lesões. Agora, o clube conta com nove nomes para o decorrer da temporada, embora nem todos estejam disponíveis em sua totalidade.

A situação do ataque palmeirense

Entre os centroavantes, destacam-se Endrick, Flaco López e Rony, cada um com suas características e importância tática para a equipe.

Foto: João Guilherme Arenazio/Getty Images – Endrick, atacante do Palmeiras

Nas pontas, a situação não é diferente, com Breno Lopes, Luis Guilherme, Dudu (que se recupera de lesão), Estêvão (recém-promovido), além dos recém-contratados Bruno Rodrigues e Lázaro.

Endrick, que despontou como um dos destaques na conquista do título brasileiro na última temporada, está vendido ao Real Madrid e seguirá para a Espanha ao completar 18 anos. Sua iminente partida abre uma vaga em aberto na posição de centroavante, ainda a ser preenchida pela comissão técnica.

Enquanto isso, nas pontas, as expectativas giram em torno das mudanças promovidas pelas contratações e pela recuperação de jogadores lesionados.

Panorama para a temporada

Dudu, por exemplo, trabalha arduamente para retornar aos gramados após uma lesão no joelho direito, sofrida em agosto do ano passado. Já Bruno Rodrigues, recém-chegado, enfrenta um período de até cinco meses de recuperação de uma lesão no joelho.

Para ampliar as opções no setor, o Palmeiras trouxe Lázaro por empréstimo do Almería, da Espanha, visando reforçar o elenco de Abel Ferreira. O jogador, que atua pelas pontas, chega como mais uma alternativa para o técnico português.

A presença de outros jogadores, como Estêvão e Breno Lopes, completa o quadro do ataque alviverde, com o técnico Abel Ferreira expressando sua apreciação pela permanência de Breno, destacando sua importância para o time, tanto como titular quanto como opção vinda do banco de reservas.

Assim, o Palmeiras inicia o ano de 2024 com uma formação robusta no ataque, mas também com desafios a superar, como as lesões de jogadores-chave e a necessidade de encontrar um substituto para Endrick no meio do ano.

O que dizem os torcedores”}]]