Bahia recebe aviso do Grêmio sobre futuro do goleiro Adriel

Goleiro de 23 anos tem contrato em definitivo com o Grêmio até o fim do ano e o time baiano deseja mantê-lo no elenco

Adriel fica ou não no Bahia?


O goleiro Adriel está emprestado ao Bahia pelo Grêmio desde o ano passado e o vínculo se encerra em junho de 2024. Existe opção de compra no valor de R$ 20 milhões. O jogador faz parte de um rodízio feito pelo treinador Rogério Ceni.


O jogador não jogou pelo Tricolor Baiano em 2023 e teve atitude polêmica na web no ano passado. Já nesta temporada, Rogério Ceni vem utilizando o arqueiro no Campeonato Estadual, enquanto Marcos Felipe atua na Copa do Nordeste.

O desejo da diretoria do Esquadrão Baiano é renovar com o goleiro de 23 anos até o fim do ano e, só depois, decidir se vai ou não contratá-lo em definitivo. A informação é do colunista Eduardo Gabardo, do jornal Zero Hora, de Porto Alegre.

Ainda segundo o jornalista, o Grêmio ainda não tem uma posição sobre o assunto. A preferência do Tricolor Gaúcho é uma negociação em definitiva, mas para isso acontecer, Adriel precisa fazer mais jogos com a camisa do time baiano.

Adriel surgiu muito bem no Grêmio:

O jovem goleiro é revelado nas categorias de base do Tricolor Gaúcho e teve começo promissor com o Clube Gaúcho. No entanto, o treinador Renato Portaluppi não gostou da postura do jogador e chegou a afastá-lo por indisciplina.

Sem clima no Clube Gaúcho, ele foi emprestado ao Tricolor Baiano e em sua apresentação comentou da sua polêmica com o treinador gremista. Agora, o arqueiro tenta provar o seu valor no time de Rogério Ceni.

Após brigar contra o rebaixamento no ano passado, o Bahia foi ao mercado e contratou muitos jogadores. A expectativa do Grupo City é que a equipe brigue na primeira página da tabela do Brasileirão em 2024.

No Campeonato Baiano, o Tricolor Baiano soma quatro vitórias em seis jogos e na última rodada venceu o Itabuna por 5 a 0. A equipe treinada por Rogério Ceni lidera a fase de classificação, com 13 pontos.

Time oscila na Copa do Nordeste

Já na Copa do Nordeste, o Esquadrão do Aço perdeu para o River Plate-PI por 1 a 0, no último sábado (10), e o treinador Rogério Ceni reconheçou que a equipe criou poucas chances de gol na partida.

Através do Grupo City, dono da SAF do clube, o Bahia contratou nomes como o zagueiro Víctor Cuesta, os volantes Caio Alexandre e Jean Lucas e o meia Everton Ribeiro. Outros jogadores menos badalados também chegaram à Salvador.

Um alvo para o ataque era o atacante Carlos Vinícius, que acabou acertando com o Galatasaray. Os turcos contrataram o centroavante brasileiro por empréstimo junto ao Fulham, da Inglaterra.

Para o restante do ano, o Bahia ainda deve ir no mercado da bola para reforçar o sistema ofensivo. No ataque, as opções principais de Ceni atualmente são: Everaldo, Luciano Juba, Rafael Ratão, Ademir e Gabriel Teixeira.

Torcedores opinam sobre Adriel:

[[{“value”:”Goleiro de 23 anos tem contrato em definitivo com o Grêmio até o fim do ano e o time baiano deseja mantê-lo no elenco
Adriel fica ou não no Bahia?

O goleiro Adriel está emprestado ao Bahia pelo Grêmio desde o ano passado e o vínculo se encerra em junho de 2024. Existe opção de compra no valor de R$ 20 milhões. O jogador faz parte de um rodízio feito pelo treinador Rogério Ceni.

O jogador não jogou pelo Tricolor Baiano em 2023 e teve atitude polêmica na web no ano passado. Já nesta temporada, Rogério Ceni vem utilizando o arqueiro no Campeonato Estadual, enquanto Marcos Felipe atua na Copa do Nordeste.

O desejo da diretoria do Esquadrão Baiano é renovar com o goleiro de 23 anos até o fim do ano e, só depois, decidir se vai ou não contratá-lo em definitivo. A informação é do colunista Eduardo Gabardo, do jornal Zero Hora, de Porto Alegre.

Ainda segundo o jornalista, o Grêmio ainda não tem uma posição sobre o assunto. A preferência do Tricolor Gaúcho é uma negociação em definitiva, mas para isso acontecer, Adriel precisa fazer mais jogos com a camisa do time baiano.

Adriel surgiu muito bem no Grêmio:

O jovem goleiro é revelado nas categorias de base do Tricolor Gaúcho e teve começo promissor com o Clube Gaúcho. No entanto, o treinador Renato Portaluppi não gostou da postura do jogador e chegou a afastá-lo por indisciplina.

Sem clima no Clube Gaúcho, ele foi emprestado ao Tricolor Baiano e em sua apresentação comentou da sua polêmica com o treinador gremista. Agora, o arqueiro tenta provar o seu valor no time de Rogério Ceni.

Após brigar contra o rebaixamento no ano passado, o Bahia foi ao mercado e contratou muitos jogadores. A expectativa do Grupo City é que a equipe brigue na primeira página da tabela do Brasileirão em 2024.

No Campeonato Baiano, o Tricolor Baiano soma quatro vitórias em seis jogos e na última rodada venceu o Itabuna por 5 a 0. A equipe treinada por Rogério Ceni lidera a fase de classificação, com 13 pontos.

Time oscila na Copa do Nordeste

Já na Copa do Nordeste, o Esquadrão do Aço perdeu para o River Plate-PI por 1 a 0, no último sábado (10), e o treinador Rogério Ceni reconheçou que a equipe criou poucas chances de gol na partida.

Através do Grupo City, dono da SAF do clube, o Bahia contratou nomes como o zagueiro Víctor Cuesta, os volantes Caio Alexandre e Jean Lucas e o meia Everton Ribeiro. Outros jogadores menos badalados também chegaram à Salvador.

Um alvo para o ataque era o atacante Carlos Vinícius, que acabou acertando com o Galatasaray. Os turcos contrataram o centroavante brasileiro por empréstimo junto ao Fulham, da Inglaterra.

Para o restante do ano, o Bahia ainda deve ir no mercado da bola para reforçar o sistema ofensivo. No ataque, as opções principais de Ceni atualmente são: Everaldo, Luciano Juba, Rafael Ratão, Ademir e Gabriel Teixeira.

Torcedores opinam sobre Adriel:”}]]