Ex-Corinthians mexe no passado de António Oliveira e entrega info para empolgar Fiel

Zagueiro que passou pelo Parque São Jorge cravou que escolha pelo português foi ideal

Vitória importante na estreia de António Oliveira


O Corinthians reencontrou o caminho das vitórias após vencer a Portuguesa por 2 a 0 no último domingo (13), duelo que marcou a estreia do novo treinador Alvinegro, António Oliveira, que chegou com a missão de turbinar a competitividade do Timão, após a equipe patinar nas primeiras partidas da temporada.


O comandante português já iniciou o trabalho de reformulação e fez pedidos para que a direção do Clube se movimente em busca de reforços. Nesta segunda-feira (13), veio à tona os alvos prioritários para contratações.

Entretanto, o grande desejo do Corinthians é a contratação de Claudinho e a Fiel Torcida se manifestou nas redes sociais indicando caminhos para que o Clube consiga assinar com o atacante do Zenit, para isso, a sugestão é a troca por três atletas do atual elenco do Parque São Jorge.

Mas, enquanto novos jogadores não chegam na atual janela de transferências, as expectativas estão no potencial de António Oliveira e um ex-jogador do Timão deu a letra sobre aspectos que podem se tornar um trunfo da equipe na temporada. Marllon, que jogou no Coringão de 2018 a 2021 entrou em detalhes.

O que Marllon disse sobre Oliveira?

Além de conhecer a atmosfera Alvinegra, na última temporada, o defensor atuou com Oliveira no Cuiabá e explicou nuances táticas do profissional. Para o jogador, o Todo Poderoso fez a escolha ideal.

“Uma pessoa fantástica no dia a dia e justa. Da oportunidade para todo mundo, muito dedicado nos treinamentos. Ele tem o DNA do Corinthians e com certeza vai cobrar isso dos jogadores. Entrega nos bons e maus momentos dentro de campo”, iniciou Marllon, em entrevista ao portal Meu Timão.

Conhecedor do perfil do treinador, Marllon explicou como deve ser a postura de Oliveira neste primeiro momento: “O António valoriza muito o ajuste da marcação e do sistema defensivo. É possível que ele foque nisso primeiro, depois soltar o time como ele achar melhor”.

O ex-atleta do Timão não detalhou a formação que deve ser priorizada, mas comentou sobre fator que vai ser a maior missão: “Difícil falar de formação, mas não é segredo que ele sempre prioriza defender bem e ser efetivo no ataque. Ele vai procurar esse equilíbrio”, finalizou.

Treinador tem desafios no Timão

Embora a chegada de António Oliveira desperte a esperança de uma guinada brusca sobre os problemas que prejudicavam o Timão dentro de campo, a mudança deve ser gradativa, como bem apontou Maycon, meio-campista do Alvinegro.

Além da construção de uma identidade vencedora, objetivo central de qualquer treinador, o novo chefe terá que encarar o dinamismo dos problemas, como desfalques inesperados, como é o caso de Pedro Raul, que foi afastado por lesão.

Sem Pedro Raul, por exemplo, o Corinthians fica apenas com Yuri Alberto como opção e terá que agilizar reforços para que o não sofra problemas em tal setor. Igor Coronado está perto de assinar, mas o ideal mesmo seria a chegada de um centroavante.

Contudo, após se recuperar na tabela do Paulistão e deixar a zona de rebaixamento da competição, o Corinthians se prepara para seu próximo desafio, que acontece nesta quarta-feira (14), contra o Botafogo-SP, em Ribeirão Preto.

O que diz a torcida do Corinthians

[[{“value”:”Zagueiro que passou pelo Parque São Jorge cravou que escolha pelo português foi ideal
Vitória importante na estreia de António Oliveira

O Corinthians reencontrou o caminho das vitórias após vencer a Portuguesa por 2 a 0 no último domingo (13), duelo que marcou a estreia do novo treinador Alvinegro, António Oliveira, que chegou com a missão de turbinar a competitividade do Timão, após a equipe patinar nas primeiras partidas da temporada.

O comandante português já iniciou o trabalho de reformulação e fez pedidos para que a direção do Clube se movimente em busca de reforços. Nesta segunda-feira (13), veio à tona os alvos prioritários para contratações.

Entretanto, o grande desejo do Corinthians é a contratação de Claudinho e a Fiel Torcida se manifestou nas redes sociais indicando caminhos para que o Clube consiga assinar com o atacante do Zenit, para isso, a sugestão é a troca por três atletas do atual elenco do Parque São Jorge.

Mas, enquanto novos jogadores não chegam na atual janela de transferências, as expectativas estão no potencial de António Oliveira e um ex-jogador do Timão deu a letra sobre aspectos que podem se tornar um trunfo da equipe na temporada. Marllon, que jogou no Coringão de 2018 a 2021 entrou em detalhes.

O que Marllon disse sobre Oliveira?

Além de conhecer a atmosfera Alvinegra, na última temporada, o defensor atuou com Oliveira no Cuiabá e explicou nuances táticas do profissional. Para o jogador, o Todo Poderoso fez a escolha ideal.

“Uma pessoa fantástica no dia a dia e justa. Da oportunidade para todo mundo, muito dedicado nos treinamentos. Ele tem o DNA do Corinthians e com certeza vai cobrar isso dos jogadores. Entrega nos bons e maus momentos dentro de campo”, iniciou Marllon, em entrevista ao portal Meu Timão.

Conhecedor do perfil do treinador, Marllon explicou como deve ser a postura de Oliveira neste primeiro momento: “O António valoriza muito o ajuste da marcação e do sistema defensivo. É possível que ele foque nisso primeiro, depois soltar o time como ele achar melhor”.

O ex-atleta do Timão não detalhou a formação que deve ser priorizada, mas comentou sobre fator que vai ser a maior missão: “Difícil falar de formação, mas não é segredo que ele sempre prioriza defender bem e ser efetivo no ataque. Ele vai procurar esse equilíbrio”, finalizou.

Treinador tem desafios no Timão

Embora a chegada de António Oliveira desperte a esperança de uma guinada brusca sobre os problemas que prejudicavam o Timão dentro de campo, a mudança deve ser gradativa, como bem apontou Maycon, meio-campista do Alvinegro.

Além da construção de uma identidade vencedora, objetivo central de qualquer treinador, o novo chefe terá que encarar o dinamismo dos problemas, como desfalques inesperados, como é o caso de Pedro Raul, que foi afastado por lesão.

Sem Pedro Raul, por exemplo, o Corinthians fica apenas com Yuri Alberto como opção e terá que agilizar reforços para que o não sofra problemas em tal setor. Igor Coronado está perto de assinar, mas o ideal mesmo seria a chegada de um centroavante.

Contudo, após se recuperar na tabela do Paulistão e deixar a zona de rebaixamento da competição, o Corinthians se prepara para seu próximo desafio, que acontece nesta quarta-feira (14), contra o Botafogo-SP, em Ribeirão Preto.

O que diz a torcida do Corinthians”}]]