Garro explica atitude que conquistou a Fiel no confronto contra o Santos

Depois do apito final, o camisa 16 se mostrou que sentiu muito a derrota e estava muito cabisbaixo

Garro falou sobre atitude no Santos


Perguntado sobre ter sido fotografado nitidamente abalado após a derrota para o Santos, Rodrigo Garro respondeu que ele sempre sente bastante a derrota. Com o sangue do time nas veias, ele quer sempre sair vitorioso.


“Eu sinto a derrota, todos sentimos, todo jogador quando entra em campo querendo ganhar, pra mim não é diferente, quero ganhar sempre”, afirmou ele na saída da zona mista da Neo Química Arena.

Depois do apito final, o camisa 16 do Corinthians mostrou que sentiu muito a derrota e estava muito cabisbaixo após o confronto diante do Santos e chamou a atenção dos torcedores do Time do Povo.

O jogador precisou, inclusive, ser consolado por Fabinho Soldado, executivo de futebol. Naquela noite, inclusive, o atleta foi um dos poucos que recebeu elogios dentro de campo por parte da torcida alvinegra.

Aspas da coletiva de António Oliveira

Em coletiva de imprensa, António Oliveira falou sobre Yuri Alberto: “Yuri é um grande jogador. Sou um ‘fãzaço’ do Yuri. Não por isso vai jogar sempre, tem que ter rendimento. Qualquer time queria tê-lo. Vamos resgatar o Yuri. Muito comprometido, inteligente, pode decidir o jogo. É bastante interessante. Merece ser feliz.”

António Oliveira falou sobre sua primeira partida como técnico do Corinthians “Muito feliz com todos, mas é um longo caminho, não é em dois dias que vamos resolver todos os problemas. Acertar ou errar, isso faz parte, o que não podemos fazer é deixar de competir.”

“Fiz muita questão de estar aqui hoje e dar a esses jogadores esses dois dias pelo menos. Evidente que não se faz tudo em dois dias, mas consegue se dar o mínimo de organização. Podemos trabalhar nosso início de pressão, situações de bloco médio e baixo”, disse sobre a estreia.

“Em termos defensivos a mesma situação. Tem vários comportamentos que tem que ser trabalhados, as bolas paradas para nós são determinantes, porque podem definir jogos por um lado e para nós. Muito feliz que eles se comprometeram a fazer. Tentaram fazer sempre tudo, houve acertos e erros, mas deram a vida, competiram e por isso eu como treinador estou agradecido”, concluiu.

Começo inspirador

No último domingo, o Corinthians escreveu um novo capítulo em sua história ao vencer a Portuguesa por 2 a 0, marcando não apenas uma vitória crucial no Campeonato Paulista, mas também quebrando um tabu de dois anos.

Esta foi a primeira vez desde 2020 que o Timão triunfou em um jogo de estreia de treinador. O responsável por esta conquista foi o técnico estreante, cujo nome já está sendo celebrado pela torcida.

Este feito lembrou os tempos de Vagner Mancini, que em outubro de 2020 guiou a equipe para uma vitória contra o Athlético-PR, afastando os temores de rebaixamento naquela temporada do Brasileirão.

Com esta vitória, o Corinthians não só se afasta da zona de rebaixamento do Estadual, mas também injeta confiança no elenco e na torcida para os desafios que virão pela frente. Este momento marca o início de uma nova era para o clube, com esperanças renovadas e a promessa de mais conquistas no horizonte.

Repercussão na web

[[{“value”:”Depois do apito final, o camisa 16 se mostrou que sentiu muito a derrota e estava muito cabisbaixo
Garro falou sobre atitude no Santos

Perguntado sobre ter sido fotografado nitidamente abalado após a derrota para o Santos, Rodrigo Garro respondeu que ele sempre sente bastante a derrota. Com o sangue do time nas veias, ele quer sempre sair vitorioso.

“Eu sinto a derrota, todos sentimos, todo jogador quando entra em campo querendo ganhar, pra mim não é diferente, quero ganhar sempre”, afirmou ele na saída da zona mista da Neo Química Arena.

Depois do apito final, o camisa 16 do Corinthians mostrou que sentiu muito a derrota e estava muito cabisbaixo após o confronto diante do Santos e chamou a atenção dos torcedores do Time do Povo.

O jogador precisou, inclusive, ser consolado por Fabinho Soldado, executivo de futebol. Naquela noite, inclusive, o atleta foi um dos poucos que recebeu elogios dentro de campo por parte da torcida alvinegra.

Aspas da coletiva de António Oliveira

Em coletiva de imprensa, António Oliveira falou sobre Yuri Alberto: “Yuri é um grande jogador. Sou um ‘fãzaço’ do Yuri. Não por isso vai jogar sempre, tem que ter rendimento. Qualquer time queria tê-lo. Vamos resgatar o Yuri. Muito comprometido, inteligente, pode decidir o jogo. É bastante interessante. Merece ser feliz.”

António Oliveira falou sobre sua primeira partida como técnico do Corinthians “Muito feliz com todos, mas é um longo caminho, não é em dois dias que vamos resolver todos os problemas. Acertar ou errar, isso faz parte, o que não podemos fazer é deixar de competir.”

“Fiz muita questão de estar aqui hoje e dar a esses jogadores esses dois dias pelo menos. Evidente que não se faz tudo em dois dias, mas consegue se dar o mínimo de organização. Podemos trabalhar nosso início de pressão, situações de bloco médio e baixo”, disse sobre a estreia.

“Em termos defensivos a mesma situação. Tem vários comportamentos que tem que ser trabalhados, as bolas paradas para nós são determinantes, porque podem definir jogos por um lado e para nós. Muito feliz que eles se comprometeram a fazer. Tentaram fazer sempre tudo, houve acertos e erros, mas deram a vida, competiram e por isso eu como treinador estou agradecido”, concluiu.

Começo inspirador

No último domingo, o Corinthians escreveu um novo capítulo em sua história ao vencer a Portuguesa por 2 a 0, marcando não apenas uma vitória crucial no Campeonato Paulista, mas também quebrando um tabu de dois anos.

Esta foi a primeira vez desde 2020 que o Timão triunfou em um jogo de estreia de treinador. O responsável por esta conquista foi o técnico estreante, cujo nome já está sendo celebrado pela torcida.

Este feito lembrou os tempos de Vagner Mancini, que em outubro de 2020 guiou a equipe para uma vitória contra o Athlético-PR, afastando os temores de rebaixamento naquela temporada do Brasileirão.

Com esta vitória, o Corinthians não só se afasta da zona de rebaixamento do Estadual, mas também injeta confiança no elenco e na torcida para os desafios que virão pela frente. Este momento marca o início de uma nova era para o clube, com esperanças renovadas e a promessa de mais conquistas no horizonte.

Repercussão na web”}]]