Milito fala sobre banco incompleto do Atlético-MG neste domingo

Treinador se irrita após ser questionado por apenas 6 jogadores no banco do Galo no duelo deste domingo pelo Brasileirão


Técnico argentino fala sobre ausências no banco atleticano neste domingo


ReadyNow

Na manhã deste domingo (30), o Atlético-MG empatou em casa diante do Atlético-GO por 1 a 1, na 13ª rodada do Campeonato Brasileiro, em partida na Arena MRV.

O Galo saiu atrás, com o gol sofrido de Luiz Fernando, mas logo empatou com o gol de Paulinho. Mas o tento não foi o suficiente para que o time mineiro vencesse a partida.

Com o resultado, o Atlético-MG ficou na 11ª posição no Brasileirão, com apenas 18 pontos ganhos, estando longe das primeiras colocações na tabela até o momento.


Com a evolução do comércio eletrônico, PayRetailers inova para revolucionar o mercado de pagamentos - Startups
Avante NetWork - Casino Affiliate Platform | LinkedIn

iGaming & Gaming International Expo - IGI

O time mineiro sofreu com 12 desfalques, e teve apenas seis jogadores no banco de reservas. Ao ser perguntado sobre o fato, o técnico Gabriel Milito se irritou na entrevista coletiva.

Milito se irrita sobre banco incompleto: “Chamar meu irmão, meu pai?”

Na entrevista coletiva, o técnico atleticano se irritou ao ser questionado sobre o baixo número de jogadores disponíveis no banco de reservas, entre eles, o goleiro Gabriel Delfim; os meias Robert, Pedrinho e Vitinho; e os atacantes Alan Kardec e Isaac.

“Jogamos com os jogadores disponíveis. Colocamos no banco de reservas os jogadores disponíveis. Não tenho porque trazer 23 jogadores se eu sei que há sete que não vou usar. Queremos chamar meu irmão, meu pai e meu primo para ficar no banco? Não é assim”, iniciou Milito.

“Gostaríamos de ter todos, mas não temos. Eu sei e vocês sabem disso. Não falemos mais disso”, pediu o técnico, irritado. “Para ocupar os lugares [do banco de reservas], vamos subir jogadores por subir? Eles não vão jogar, porque não estão preparados ainda. Estou sempre falando o mesmo”, completou.

Dentre os doze desfalques, estão os convocados para a Copa América, Guilherme Arana, Alan Franco e Vargas, os suspensos Bruno Fuchs e Gustavo Scarpa, e os lesionados Everson, Mauricio Lemos, Saravia, Rubens, Zaracho e Alisson, além de Otávio, em transição.

[[{“value”:”Treinador se irrita após ser questionado por apenas 6 jogadores no banco do Galo no duelo deste domingo pelo Brasileirão
Técnico argentino fala sobre ausências no banco atleticano neste domingo

Na manhã deste domingo (30), o Atlético-MG empatou em casa diante do Atlético-GO por 1 a 1, na 13ª rodada do Campeonato Brasileiro, em partida na Arena MRV.

O Galo saiu atrás, com o gol sofrido de Luiz Fernando, mas logo empatou com o gol de Paulinho. Mas o tento não foi o suficiente para que o time mineiro vencesse a partida.

Com o resultado, o Atlético-MG ficou na 11ª posição no Brasileirão, com apenas 18 pontos ganhos, estando longe das primeiras colocações na tabela até o momento.

O time mineiro sofreu com 12 desfalques, e teve apenas seis jogadores no banco de reservas. Ao ser perguntado sobre o fato, o técnico Gabriel Milito se irritou na entrevista coletiva.

Milito se irrita sobre banco incompleto: “Chamar meu irmão, meu pai?”

Na entrevista coletiva, o técnico atleticano se irritou ao ser questionado sobre o baixo número de jogadores disponíveis no banco de reservas, entre eles, o goleiro Gabriel Delfim; os meias Robert, Pedrinho e Vitinho; e os atacantes Alan Kardec e Isaac.

“Jogamos com os jogadores disponíveis. Colocamos no banco de reservas os jogadores disponíveis. Não tenho porque trazer 23 jogadores se eu sei que há sete que não vou usar. Queremos chamar meu irmão, meu pai e meu primo para ficar no banco? Não é assim”, iniciou Milito.

“Gostaríamos de ter todos, mas não temos. Eu sei e vocês sabem disso. Não falemos mais disso”, pediu o técnico, irritado. “Para ocupar os lugares [do banco de reservas], vamos subir jogadores por subir? Eles não vão jogar, porque não estão preparados ainda. Estou sempre falando o mesmo”, completou.

Dentre os doze desfalques, estão os convocados para a Copa América, Guilherme Arana, Alan Franco e Vargas, os suspensos Bruno Fuchs e Gustavo Scarpa, e os lesionados Everson, Mauricio Lemos, Saravia, Rubens, Zaracho e Alisson, além de Otávio, em transição.”}]]