Yasmin Brunet critica Quarto Fada do BBB 24: “Parece o grupinho da escola”

Yasmin Brunet mostra preocupação com o Quarto Fada durante conversa com Wanessa Camargo na casa do BBB 24 nesta segunda (05)

Yasmin Brunet fala com Wanessa


Yasmin Brunet levantou críticas em relação ao ambiente no “Quarto Fada” durante uma conversa com Wanessa Camargo na tarde desta segunda-feira (05) no BBB 24.


A modelo comparou a dinâmica do grupo dentro da casa com a dinâmica de um “grupinho popular” em uma escola, expressando preocupação com as consequências desse comportamento.

Durante o diálogo, Yasmin destacou a importância de não elevar excessivamente o ego de certos participantes, alertando para os riscos de criar um ambiente “estranho”.

“Sabe o que eu acho que é perigoso… Quando a gente enche muito a bola de alguém aqui dentro, falando que tá forte lá fora, as coisas podem ir pra um lugar bem estranho”, disse Yasmin Brunet.

Modelo explica sua desconfiança

Em seguida, ela mencionou que, apesar de ter começado de forma positiva, a dinâmica do “Quarto Fada” começou a se desviar para um comportamento reminiscente de um “grupinho da escola” que se fecha em si mesmo.

Yasmin continuou sua análise, apontando a formação de um grupo dentro do grupo, que ela comparou ao “grupinho popular” que costuma se manter unido e exclusivo.

“Porque é uma coisa que começou muito bem, que eu até admirava muito, agora começou a ir pra uma coisa tipo… estranha. Tipo aquele grupinho da escola que é popular, mas com os dela só”, explicou.

Ela expressou preocupação com a possibilidade de retaliação caso alguém se posicione contra as práticas do grupo estabelecido. “Eu sinto que tá muito grupinho de escola que é popular, e cola com a gente que vai longe. E se der um pio contra o que a gente tá fazendo…”, comentou Yasmin Brunet.

“Ela não é minha aliada”

No sábado, Yasmin Brunet fez um desabafo sobre o comportamento de Wanessa Camargo. Em conversa com Lucas Henrique, a modelo chorou e disse se sentir sozinha no jogo, não vendo mais a cantora como a sua aliada.

Yasmin reclamou: “Ela não é minha aliada”, crava. “Porque eu ouvi ela falando quem são os alvos dela”, esclarece a loira. Buda continua: “E não tem a ver com você. Ela falou que são Davi e Bin. São os principais alvos dela”, diz ele.

Concordando, a filha de Luiza Brunet aponta o estopim: “Pois é, exato. Ou seja, isso aqui [apontando para a pulseira do ‘Na Mira do Líder] não virou alvo dela. Então como que ela é minha aliada?”, questiona ela, que ganhou uma das quatro pulseiras da líder Fernanda por ser uma das possíveis indicadas ao paredão.

Buda, por sua vez, pergunta à Yasmin: “E o contrário, você votaria no Bin por causa da pulseira dela?”. A loira confirma: “Óbvio. É porque, tipo, incomoda, mas não incomoda porque ela sempre entende a pessoa. Eu não quero entender por que ela fez isso, pra mim ela fez e acabou. Isso é o jogo”, analisa ela.

O que diz a web

Internautas comentam falas de Yasmin Brunet sobre o Quarto Fada – Foto: Twitter[[{“value”:”Yasmin Brunet mostra preocupação com o Quarto Fada durante conversa com Wanessa Camargo na casa do BBB 24 nesta segunda (05)
Yasmin Brunet fala com Wanessa

Yasmin Brunet levantou críticas em relação ao ambiente no “Quarto Fada” durante uma conversa com Wanessa Camargo na tarde desta segunda-feira (05) no BBB 24.

A modelo comparou a dinâmica do grupo dentro da casa com a dinâmica de um “grupinho popular” em uma escola, expressando preocupação com as consequências desse comportamento.

Durante o diálogo, Yasmin destacou a importância de não elevar excessivamente o ego de certos participantes, alertando para os riscos de criar um ambiente “estranho”.

“Sabe o que eu acho que é perigoso… Quando a gente enche muito a bola de alguém aqui dentro, falando que tá forte lá fora, as coisas podem ir pra um lugar bem estranho”, disse Yasmin Brunet.

Modelo explica sua desconfiança

Em seguida, ela mencionou que, apesar de ter começado de forma positiva, a dinâmica do “Quarto Fada” começou a se desviar para um comportamento reminiscente de um “grupinho da escola” que se fecha em si mesmo.

Yasmin continuou sua análise, apontando a formação de um grupo dentro do grupo, que ela comparou ao “grupinho popular” que costuma se manter unido e exclusivo.

“Porque é uma coisa que começou muito bem, que eu até admirava muito, agora começou a ir pra uma coisa tipo… estranha. Tipo aquele grupinho da escola que é popular, mas com os dela só”, explicou.

Ela expressou preocupação com a possibilidade de retaliação caso alguém se posicione contra as práticas do grupo estabelecido. “Eu sinto que tá muito grupinho de escola que é popular, e cola com a gente que vai longe. E se der um pio contra o que a gente tá fazendo…”, comentou Yasmin Brunet.

“Ela não é minha aliada”

No sábado, Yasmin Brunet fez um desabafo sobre o comportamento de Wanessa Camargo. Em conversa com Lucas Henrique, a modelo chorou e disse se sentir sozinha no jogo, não vendo mais a cantora como a sua aliada.

Yasmin reclamou: “Ela não é minha aliada”, crava. “Porque eu ouvi ela falando quem são os alvos dela”, esclarece a loira. Buda continua: “E não tem a ver com você. Ela falou que são Davi e Bin. São os principais alvos dela”, diz ele.

Concordando, a filha de Luiza Brunet aponta o estopim: “Pois é, exato. Ou seja, isso aqui [apontando para a pulseira do ‘Na Mira do Líder] não virou alvo dela. Então como que ela é minha aliada?”, questiona ela, que ganhou uma das quatro pulseiras da líder Fernanda por ser uma das possíveis indicadas ao paredão.

Buda, por sua vez, pergunta à Yasmin: “E o contrário, você votaria no Bin por causa da pulseira dela?”. A loira confirma: “Óbvio. É porque, tipo, incomoda, mas não incomoda porque ela sempre entende a pessoa. Eu não quero entender por que ela fez isso, pra mim ela fez e acabou. Isso é o jogo”, analisa ela.

O que diz a web

Internautas comentam falas de Yasmin Brunet sobre o Quarto Fada – Foto: Twitter”}]]