Após mais um tropeço na Série B, demissão de Carille no Santos volta a ser cogitada na Vila Belmiro

A situação do Santos no Campeonato Brasileiro vem gerando preocupação internamente para o decorrer da temporada

Preocupação nos bastidores


O Santos vem de um empate sem gols diante do Mirassol na última terça-feira (26), no Estádio Campos Maia, em partida válida pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Com o resultado conquistado em campo, a equipe chegou aos 19 pontos, mas está fora do G-4.


ReadyNow

Isso vem gerando preocupação nos bastidores, porque o maior objetivo da temporada é o acesso para a elite da competição. Tendo seu trabalho e permanência questionada na equipe, Patrick desabafou após empate e destacou que vai se esforçar buscando evolução.

Enquanto isso, o Peixe vê um dos destaques da partida ser o goleiro Gabriel Brazão, que recebeu elogios do colega de profissão, Muralha, sobre o desempenho apresentado em campo no último confronto.

Em busca de evolução

Fábio Carille que teve um bom início de trabalho no Campeonato Paulista, quando ficou com o vice da competição, viu a situação mudar na Série B, ficando pressionado na equipe. Apesar do desempenho abaixo, outras times demonstraram interesse na sua contratação, como o Corinthians.


Com a evolução do comércio eletrônico, PayRetailers inova para revolucionar o mercado de pagamentos - Startups
Avante NetWork - Casino Affiliate Platform | LinkedIn

iGaming & Gaming International Expo - IGI

E antes que vinha tendo seu trabalho respaldado pela gestão, mesmo diante da pressão interna, as coisas parecem ter mudado. Com a falta de evolução da equipe em campo, o comandante vem perdendo a confiança de parte dos conselheiros do Clube.

Isso porque, muitos acreditam que a demissão nesse momento seria melhor para o clube, diante da falta de evolução no desempenho apresentado. Onde fica a insegurança sobre a permanência do treinador, podendo prejudicar a equipe a longo prazo.

Movimentação interna

Fábio Carille vinha tendo seu trabalho respaldado já que a gestão entedia que a queda de rendimento era algo atípico e que logo passaria. Mas, diante da falta de evolução, o cenário acabou mudando nos bastidores.

Desta forma, a gestão deve analisar a situação de Carille com cautela internamente, para pensar e entender o que é melhor para o Peixe nesse momento. Desta forma, a demissão não está totalmente descartada.

Veja a repercussão dos torcedores

[[{“value”:”A situação do Santos no Campeonato Brasileiro vem gerando preocupação internamente para o decorrer da temporada
Preocupação nos bastidores

O Santos vem de um empate sem gols diante do Mirassol na última terça-feira (26), no Estádio Campos Maia, em partida válida pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Com o resultado conquistado em campo, a equipe chegou aos 19 pontos, mas está fora do G-4.

Isso vem gerando preocupação nos bastidores, porque o maior objetivo da temporada é o acesso para a elite da competição. Tendo seu trabalho e permanência questionada na equipe, Patrick desabafou após empate e destacou que vai se esforçar buscando evolução.

Enquanto isso, o Peixe vê um dos destaques da partida ser o goleiro Gabriel Brazão, que recebeu elogios do colega de profissão, Muralha, sobre o desempenho apresentado em campo no último confronto.

Em busca de evolução

Fábio Carille que teve um bom início de trabalho no Campeonato Paulista, quando ficou com o vice da competição, viu a situação mudar na Série B, ficando pressionado na equipe. Apesar do desempenho abaixo, outras times demonstraram interesse na sua contratação, como o Corinthians.

E antes que vinha tendo seu trabalho respaldado pela gestão, mesmo diante da pressão interna, as coisas parecem ter mudado. Com a falta de evolução da equipe em campo, o comandante vem perdendo a confiança de parte dos conselheiros do Clube.

Isso porque, muitos acreditam que a demissão nesse momento seria melhor para o clube, diante da falta de evolução no desempenho apresentado. Onde fica a insegurança sobre a permanência do treinador, podendo prejudicar a equipe a longo prazo.

Movimentação interna

Fábio Carille vinha tendo seu trabalho respaldado já que a gestão entedia que a queda de rendimento era algo atípico e que logo passaria. Mas, diante da falta de evolução, o cenário acabou mudando nos bastidores.

Desta forma, a gestão deve analisar a situação de Carille com cautela internamente, para pensar e entender o que é melhor para o Peixe nesse momento. Desta forma, a demissão não está totalmente descartada.

Veja a repercussão dos torcedores”}]]