Copa América: Alisson opina sobre desempenho brasileiro e fala sobre Vini Jr.: “Muito jovem ainda”

O goleiro brasileiro pediu para a torcida ter calma com o time e, além disso falou sobre a pressão carregada por Vini Jr.

Brasil na competição


O Brasil acabou tendo um início bastante ruim na Copa América 2024. A Amarelinha empatou a primeira partida contra a Costa Rica no placar de 0 a 0.


ReadyNow

Entretanto, no segundo jogo da fase de grupos da competição, que ocorreu contra o Paraguai, a Seleção Brasileira goleou. Com dois gols de Vini Jr., criticado por Galvão Bueno, o Brasil venceu por 4 a 1.

Após a partida, Alisson, goleiro da seleção, concedeu uma entrevista ao SporTV. Na ocasião, o jogador falou sobre o desempenho do Brasil na Copa América e sobre o trabalho de Dorival Jr.

Alisson se pronuncia

“Futebol a gente precisa ter convicção, não é só vir aqui, jogar um jogo e ir embora para casa, é uma competição e, se a gente quiser vencer, tem que ter convicções. O Dorival tem convicções, está colocando a cara dele no time, a maneira que ele gosta de jogar, que gosta de defender”, começou ele.


Com a evolução do comércio eletrônico, PayRetailers inova para revolucionar o mercado de pagamentos - Startups
Avante NetWork - Casino Affiliate Platform | LinkedIn

iGaming & Gaming International Expo - IGI

“Demanda tempo, mas a resposta da nossa equipe, de todos os jogadores, foi muito boa. A última partida (contra a Costa Rica) faltou só o gol, e hoje a gente mostrou isso. Quando você marca um gol, a partida leva um rumo diferente, então é importante defender bem, não sofrer gols no início da partida. Foi o que fizemos aqui, conseguimos um placar de 3 a 0 já no primeiro tempo. Isso dá uma tranquilidade para o restante da partida”, prosseguiu.

“Teoricamente (a Colômbia) vai ser o adversário mais difícil da fase de grupos, se bem que o Paraguai fez uma ótima partida até o 3 a 0, depois eles baixaram o nível pelo placar, mas a gente sabe que a Colômbia vem fazendo muito bem, tem um poder de ataque muito forte, uma consistência defensiva, jogadores aguerridos. Vai ser um grande desafio, mas estamos preparados e vamos nos preparar nesses próximos dias, com descanso, mentalmente, nos treinamentos, para a melhor estratégia para chegar contra a Colômbia, fazer um grande jogo, manter esse nível alto de atuação e melhorar naquilo que for possível”, disse.

Alisson pede calma

“Quando empatamos na primeira partida, mantivemos a calma, ‘calma, não está tudo errado. Aqui dentro tranquilidade, fora todo mundo fala e faz parte. Aqui dentro, calma’. E assim como ganhamos hoje de 4 a 1, também não vamos nos empolgar muito, vamos manter a calma, tranquilidade, porque hoje também podemos melhorar alguns aspectos. Essa é a mentalidade aqui dentro da seleção, a gente está aqui com muita seriedade, fazendo o melhor e representando a nossa nação”, falou ele.

Na sequência, o goleiro ainda falou sobre Vini Jr.: “Excelente, o Vini (Jr.) é um grande jogador e é muito jovem ainda, tem muita pressão nas costas dele, mas hoje ele jogou leve, como sempre com determinação, mas um pouco mais leve”.

“Ele não precisa carregar nenhuma responsabilidade extra, é o cara que vai decidir jogos para nós, assim como o Rodrygo, Endrick, Raphinha, Savinho, todos os jogadores lá da frente, até os meios-campos às vezes, esses caras vão resolver o jogo para gente, vão ter o momento de brilhantismo, vão ter o momento do drible, da finalização, da assistência. Eles têm que jogar dessa maneira, como hoje, com essa alegria, indo para cima, e com ajuda de todo o time, de toda a equipe, com a grande partida de todos fomos coroados com a vitória. E ele como homem da partida com dois gols”, finalizou.

[[{“value”:”O goleiro brasileiro pediu para a torcida ter calma com o time e, além disso falou sobre a pressão carregada por Vini Jr.
Brasil na competição

O Brasil acabou tendo um início bastante ruim na Copa América 2024. A Amarelinha empatou a primeira partida contra a Costa Rica no placar de 0 a 0.

Entretanto, no segundo jogo da fase de grupos da competição, que ocorreu contra o Paraguai, a Seleção Brasileira goleou. Com dois gols de Vini Jr., criticado por Galvão Bueno, o Brasil venceu por 4 a 1.

Após a partida, Alisson, goleiro da seleção, concedeu uma entrevista ao SporTV. Na ocasião, o jogador falou sobre o desempenho do Brasil na Copa América e sobre o trabalho de Dorival Jr.

Alisson se pronuncia

“Futebol a gente precisa ter convicção, não é só vir aqui, jogar um jogo e ir embora para casa, é uma competição e, se a gente quiser vencer, tem que ter convicções. O Dorival tem convicções, está colocando a cara dele no time, a maneira que ele gosta de jogar, que gosta de defender”, começou ele.

“Demanda tempo, mas a resposta da nossa equipe, de todos os jogadores, foi muito boa. A última partida (contra a Costa Rica) faltou só o gol, e hoje a gente mostrou isso. Quando você marca um gol, a partida leva um rumo diferente, então é importante defender bem, não sofrer gols no início da partida. Foi o que fizemos aqui, conseguimos um placar de 3 a 0 já no primeiro tempo. Isso dá uma tranquilidade para o restante da partida”, prosseguiu.

“Teoricamente (a Colômbia) vai ser o adversário mais difícil da fase de grupos, se bem que o Paraguai fez uma ótima partida até o 3 a 0, depois eles baixaram o nível pelo placar, mas a gente sabe que a Colômbia vem fazendo muito bem, tem um poder de ataque muito forte, uma consistência defensiva, jogadores aguerridos. Vai ser um grande desafio, mas estamos preparados e vamos nos preparar nesses próximos dias, com descanso, mentalmente, nos treinamentos, para a melhor estratégia para chegar contra a Colômbia, fazer um grande jogo, manter esse nível alto de atuação e melhorar naquilo que for possível”, disse.

Alisson pede calma

“Quando empatamos na primeira partida, mantivemos a calma, ‘calma, não está tudo errado. Aqui dentro tranquilidade, fora todo mundo fala e faz parte. Aqui dentro, calma’. E assim como ganhamos hoje de 4 a 1, também não vamos nos empolgar muito, vamos manter a calma, tranquilidade, porque hoje também podemos melhorar alguns aspectos. Essa é a mentalidade aqui dentro da seleção, a gente está aqui com muita seriedade, fazendo o melhor e representando a nossa nação”, falou ele.

Na sequência, o goleiro ainda falou sobre Vini Jr.: “Excelente, o Vini (Jr.) é um grande jogador e é muito jovem ainda, tem muita pressão nas costas dele, mas hoje ele jogou leve, como sempre com determinação, mas um pouco mais leve”.

“Ele não precisa carregar nenhuma responsabilidade extra, é o cara que vai decidir jogos para nós, assim como o Rodrygo, Endrick, Raphinha, Savinho, todos os jogadores lá da frente, até os meios-campos às vezes, esses caras vão resolver o jogo para gente, vão ter o momento de brilhantismo, vão ter o momento do drible, da finalização, da assistência. Eles têm que jogar dessa maneira, como hoje, com essa alegria, indo para cima, e com ajuda de todo o time, de toda a equipe, com a grande partida de todos fomos coroados com a vitória. E ele como homem da partida com dois gols”, finalizou.”}]]