Ginasta Rayan Castro é convocado para representar o Brasil nos Jogos Olímpicos de Paris 2024

Atleta do Minas Tênis, Rayan Castro, estabelece recorde nacional e se prepara para sua estreia nos Jogos Olímpicos, no trampolim individual

Rayan Castro nos Jogos Olímpicos


Os Jogos Olímpicos de Paris 2024 terão a presença do ginasta mineiro Rayan Castro, convocado pela Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) neste domingo (30). A oficialização da lista de convocados ocorreu após as finais do Campeonato Brasileiro Loterias Caixa de Ginástica de Trampolim, realizado na Arena UniBH, em Belo Horizonte.


ReadyNow

Durante o Campeonato Brasileiro, Rayan quebrou o recorde nacional de dificuldade em uma série do trampolim individual, atingindo a nota de 58.055. Nascido em Belo Horizonte, o ginasta é atleta do Minas Tênis Clube, onde está há 12 anos, iniciando nas categorias de base até se profissionalizar.

Desde a inclusão da ginástica de trampolim no programa Olímpico em Sydney 2000, o Brasil só havia participado da modalidade em 2016, como país-sede, com Rafael Andrade. “Estou muito feliz e orgulhoso. O meu grande objetivo desde que cheguei em Minas sempre foi representar o Clube nos Jogos Olímpicos e colocar o meu nome na história. Quero coroar esse ciclo de Paris com a medalha olímpica”, afirmou Rayan segundo o jornal O Tempo.

No feminino, o Brasil contará com a carioca Camilla Lopes Gomes, uma das grandes favoritas ao pódio. Camilla conquistou medalhas de ouro, prata e bronze em etapas da Copa do Mundo de Ginástica de Trampolim, destacando-se no cenário internacional.


Com a evolução do comércio eletrônico, PayRetailers inova para revolucionar o mercado de pagamentos - Startups
Avante NetWork - Casino Affiliate Platform | LinkedIn

iGaming & Gaming International Expo - IGI

Jaque Weber não vai aos Jogos

Os Jogos Olímpicos não contarão com a presença da atleta Jaqueline Weber, que está oficialmente fora do Troféu Brasil de Atletismo. A atleta vinha se preparando intensamente para as competições, realizando temporadas nos Estados Unidos e na Europa para conquistar pontos para a classificação.

“O último mês foi todo muito difícil. As sequelas respiratórias da influenza foram significativas. Eu tive que acelerar o processo de recuperação, pois tinham algumas provas muito importantes marcadas e isso acabou gerando outros problemas. O mais recente, nesta semana, foi muscular, na panturrilha”, detalhou a atleta.

Durante o período de preparação, Jaqueline chegou a ocupar a 46ª posição das 48 vagas para a prova dos 800 metros nos Jogos Olímpicos.

Ela alcançou o vice-campeonato ibero-americano, conquistado a apenas dez centésimos de seu recorde pessoal e 14 centésimos do índice olímpico, estabelecido nos Jogos do Rio 2016.

[[{“value”:”Atleta do Minas Tênis, Rayan Castro, estabelece recorde nacional e se prepara para sua estreia nos Jogos Olímpicos, no trampolim individual
Rayan Castro nos Jogos Olímpicos

Os Jogos Olímpicos de Paris 2024 terão a presença do ginasta mineiro Rayan Castro, convocado pela Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) neste domingo (30). A oficialização da lista de convocados ocorreu após as finais do Campeonato Brasileiro Loterias Caixa de Ginástica de Trampolim, realizado na Arena UniBH, em Belo Horizonte.

Durante o Campeonato Brasileiro, Rayan quebrou o recorde nacional de dificuldade em uma série do trampolim individual, atingindo a nota de 58.055. Nascido em Belo Horizonte, o ginasta é atleta do Minas Tênis Clube, onde está há 12 anos, iniciando nas categorias de base até se profissionalizar.

Desde a inclusão da ginástica de trampolim no programa Olímpico em Sydney 2000, o Brasil só havia participado da modalidade em 2016, como país-sede, com Rafael Andrade. “Estou muito feliz e orgulhoso. O meu grande objetivo desde que cheguei em Minas sempre foi representar o Clube nos Jogos Olímpicos e colocar o meu nome na história. Quero coroar esse ciclo de Paris com a medalha olímpica”, afirmou Rayan segundo o jornal O Tempo.

No feminino, o Brasil contará com a carioca Camilla Lopes Gomes, uma das grandes favoritas ao pódio. Camilla conquistou medalhas de ouro, prata e bronze em etapas da Copa do Mundo de Ginástica de Trampolim, destacando-se no cenário internacional.

Jaque Weber não vai aos Jogos

Os Jogos Olímpicos não contarão com a presença da atleta Jaqueline Weber, que está oficialmente fora do Troféu Brasil de Atletismo. A atleta vinha se preparando intensamente para as competições, realizando temporadas nos Estados Unidos e na Europa para conquistar pontos para a classificação.

“O último mês foi todo muito difícil. As sequelas respiratórias da influenza foram significativas. Eu tive que acelerar o processo de recuperação, pois tinham algumas provas muito importantes marcadas e isso acabou gerando outros problemas. O mais recente, nesta semana, foi muscular, na panturrilha”, detalhou a atleta.

Durante o período de preparação, Jaqueline chegou a ocupar a 46ª posição das 48 vagas para a prova dos 800 metros nos Jogos Olímpicos.

Ela alcançou o vice-campeonato ibero-americano, conquistado a apenas dez centésimos de seu recorde pessoal e 14 centésimos do índice olímpico, estabelecido nos Jogos do Rio 2016.”}]]