Ilha paradisíaca, ligação para avó e mais: Como John Textor seduziu Luiz Henrique e Thiago Almada a fechar com Botafogo

Luiz Henrique e Almada são as contratações mais caras da história do futebol brasileiro

Reforços do Botafogo


O Botafogo trouxe as duas contratações mais caras da história do futebol brasileiro: Luiz Henrique e Thiago Almada. E, para levar esses jogadores para o time, John Textor usou de diversas “cartas na manga”.


ReadyNow

Uma delas é o dinheiro que ele pode oferecer para os clubes anteriores. Além disso, o empresário conta com uma rede de clubes, o que facilita o “sim” desses atletas. Os dois citados anteriormente, por exemplo, tem acordo para ir jogar no Lyon.

Mas, além disso, Textor também usou de outra coisa para conquistar esses jogadores: ele fez questão de encontrar com os atletas e teve conversas cara a cara com eles. E, assim, os convenceram.

Textor convence

Antes de oficializar a transferência de Thiago Almada para o Botafogo, Textor o convidou para passar alguns dias em sua mansão em uma ilha nas Bahamas, no Caribe. O local tem uma praia particular e eles andaram de barco.


Com a evolução do comércio eletrônico, PayRetailers inova para revolucionar o mercado de pagamentos - Startups
Avante NetWork - Casino Affiliate Platform | LinkedIn

iGaming & Gaming International Expo - IGI

“Estava em Atlanta, viajaria para cá, ele convidou a mim e a minha noiva, um dia a mais. Fomos terminar de conversar, de convencer a ela e a minha família, isso fala da humildade que ele tem. Por mais que seja jogador ou quem seja, poder ir a casa dele, é uma oferta enorme para mim e para a minha família. Fiquei muito contente”, conta Almada.

Já Luiz Henrique, Textor foi até ele e o convenceu a ir para o Botafogo:
“Textor foi lá em casa e comeu um bolinho de cenoura. Conversamos, ele falou: ‘tem alguém da sua família que torce para o Botafogo?’. Eu falei: ‘minha avó’. Ele falou: ‘vamos ligar para ela’. Ligamos, ela ficou mostrando a estante da sala dela que é toda do Botafogo. Ele viu a estante, ficou todo alegre, todo feliz. Comeu bolinho de cenoura e fez chamada de vídeo com a minha avó. Falou até português: ‘obrigado pelo bolo’”, contou Carol, a esposa do jogador.

“O John Textor foi lá em casa, é um cara que mostrou o seu maior trabalho para me trazer para o Botafogo, estamos muito felizes por ele ter feito, ele fez de tudo, virou nossa cabeça (risos). Estamos muito felizes. Sentei com a minha mulher e não tivemos nenhuma dúvida de escolher o Botafogo”, afirmou Luiz Henrique em sua apresentação.

Os reforços

Luiz Henrique está no Botafogo desde o início do ano e tem se destacado desde a chegada do técnico Artur Jorge, com gols e assistências. E assim tem ajudado a equipe a brigar na parte de cima da tabela do Brasileirão.

Já Almada só deve estrear depois das Olimpíadas. Apesar da janela de transferência abrir nesta quarta-feira (10), o jogador vai representar a Argentina nos Jogos Olímpicos de Paris 2024.

[[{“value”:”Luiz Henrique e Almada são as contratações mais caras da história do futebol brasileiro
Reforços do Botafogo

O Botafogo trouxe as duas contratações mais caras da história do futebol brasileiro: Luiz Henrique e Thiago Almada. E, para levar esses jogadores para o time, John Textor usou de diversas “cartas na manga”.

Uma delas é o dinheiro que ele pode oferecer para os clubes anteriores. Além disso, o empresário conta com uma rede de clubes, o que facilita o “sim” desses atletas. Os dois citados anteriormente, por exemplo, tem acordo para ir jogar no Lyon.

Mas, além disso, Textor também usou de outra coisa para conquistar esses jogadores: ele fez questão de encontrar com os atletas e teve conversas cara a cara com eles. E, assim, os convenceram.

Textor convence

Antes de oficializar a transferência de Thiago Almada para o Botafogo, Textor o convidou para passar alguns dias em sua mansão em uma ilha nas Bahamas, no Caribe. O local tem uma praia particular e eles andaram de barco.

“Estava em Atlanta, viajaria para cá, ele convidou a mim e a minha noiva, um dia a mais. Fomos terminar de conversar, de convencer a ela e a minha família, isso fala da humildade que ele tem. Por mais que seja jogador ou quem seja, poder ir a casa dele, é uma oferta enorme para mim e para a minha família. Fiquei muito contente”, conta Almada.

Já Luiz Henrique, Textor foi até ele e o convenceu a ir para o Botafogo:“Textor foi lá em casa e comeu um bolinho de cenoura. Conversamos, ele falou: ‘tem alguém da sua família que torce para o Botafogo?’. Eu falei: ‘minha avó’. Ele falou: ‘vamos ligar para ela’. Ligamos, ela ficou mostrando a estante da sala dela que é toda do Botafogo. Ele viu a estante, ficou todo alegre, todo feliz. Comeu bolinho de cenoura e fez chamada de vídeo com a minha avó. Falou até português: ‘obrigado pelo bolo’”, contou Carol, a esposa do jogador.

“O John Textor foi lá em casa, é um cara que mostrou o seu maior trabalho para me trazer para o Botafogo, estamos muito felizes por ele ter feito, ele fez de tudo, virou nossa cabeça (risos). Estamos muito felizes. Sentei com a minha mulher e não tivemos nenhuma dúvida de escolher o Botafogo”, afirmou Luiz Henrique em sua apresentação.

Os reforços

Luiz Henrique está no Botafogo desde o início do ano e tem se destacado desde a chegada do técnico Artur Jorge, com gols e assistências. E assim tem ajudado a equipe a brigar na parte de cima da tabela do Brasileirão.

Já Almada só deve estrear depois das Olimpíadas. Apesar da janela de transferência abrir nesta quarta-feira (10), o jogador vai representar a Argentina nos Jogos Olímpicos de Paris 2024.”}]]