Made in America: Série sobre O.J Simpson mostra vários lados da mesma história

Inocentado em 1995 por duplo homicídio, O.J Simpson viveu uma vida turbulenta e midiática. “Made In America” conta todos os detalhes

Premiadíssima, a série documental conta o início e a derrocada de O.J Simpson como ídolo americano


Há 30 anos, o mundo parou diante da TV. Mas não era para acompanhar um evento específico do esporte, e sim a história mais chocante já vivida por um esportista. O.J Simpson, ex-atleta da NFL e ator, fugia da polícia em imagens surreais de perseguição nas estradas americanas.


ReadyNow

Em 17 de junho de 1994, o dia foi intenso para os americanos. Afinal, a NBA vivia seus capítulos finais na decisão entre Houston Rockets e New York Knicks. Em meio a tudo isso, O.J roubou a cena enquanto era acusado de um duplo homicídio e tentava escapar a bordo de seu Ford Bronco.

25 years ago today, the world watched O.J. Simpson lead police on the white Bronco chase. pic.twitter.com/cm9mW70Jgi

— Complex (@Complex) June 17, 2019


Com a evolução do comércio eletrônico, PayRetailers inova para revolucionar o mercado de pagamentos - Startups
Avante NetWork - Casino Affiliate Platform | LinkedIn

iGaming & Gaming International Expo - IGI

A série “O.J Simpson: Made In America” está disponível no Disney+. A obra estreou em 2016 e foi aclamada pelo público, inclusive recebendo uma premiação do Oscar como melhor documentário. Assine Disney+ e assista todos os capítulos de onde quiser.

De herói a monstro

O arco de O.J na sociedade americana foi um dos mais complexos do século XXI. Primeiro, ele passou por uma trajetória que muitos sonham, sendo jogador profissional de futebol americano. Orenthal James Simpson defendeu Buffalo Bills e San Francisco 49ers em 11 temporadas da NFL.

Carismático e atlético, se transformou em garoto propaganda de várias marcas, até emplacar uma carreira como ator em filmes de comédia. Era essa a faceta que o público conhecia dele, o de um homem divertido e talentoso. 

Na série, a parte da idolatria é bem explicada, bem como a complexidade do momento que a comunidade negra nos Estados Unidos vivia nos anos 1980. Tensões raciais e violência policial excessiva eram o pano de fundo dessa história, embora O.J não se manifestasse abertamente para apoiar minorias. 

Em 1994, O.J voltou aos noticiários por um motivo horroroso: a acusação e fuga pelo homicídio de sua ex-esposa, Nicole Brown, e um amigo, Ronald Goldman. Foi nesse momento que imagem de Simpson sofreu maior abalo. 

O foco da série

Na série “O.J Simpson: Made in America”, a direção optou por contar o que levou O.J a cometer o crime e como as mesmas questões raciais da época também inclinaram a opinião pública a seu favor. No julgamento mais arrastado e difícil da história dos EUA, foi inevitável a influência da mídia no resultado.

O processo só foi concluído em 1995, com a absolvição de Simpson por falta de provas. Mas esse veredito, ainda hoje, é visto com desconfiança. O circo midiático até o fim do julgamento foi sem precedentes. A série não é só uma biografia esportiva, é também um registro de como a imprensa agiu na ocasião.

Para entender todos os aspectos dessa história surreal, assista aos cinco episódios da série no Disney+. Veja de onde quiser e no seu ritmo. Assine já e confira esse e outros documentários esportivos.

[[{“value”:”Inocentado em 1995 por duplo homicídio, O.J Simpson viveu uma vida turbulenta e midiática. “Made In America” conta todos os detalhes
Premiadíssima, a série documental conta o início e a derrocada de O.J Simpson como ídolo americano

Há 30 anos, o mundo parou diante da TV. Mas não era para acompanhar um evento específico do esporte, e sim a história mais chocante já vivida por um esportista. O.J Simpson, ex-atleta da NFL e ator, fugia da polícia em imagens surreais de perseguição nas estradas americanas.

Em 17 de junho de 1994, o dia foi intenso para os americanos. Afinal, a NBA vivia seus capítulos finais na decisão entre Houston Rockets e New York Knicks. Em meio a tudo isso, O.J roubou a cena enquanto era acusado de um duplo homicídio e tentava escapar a bordo de seu Ford Bronco.

25 years ago today, the world watched O.J. Simpson lead police on the white Bronco chase. pic.twitter.com/cm9mW70Jgi— Complex (@Complex) June 17, 2019

A série “O.J Simpson: Made In America” está disponível no Disney+. A obra estreou em 2016 e foi aclamada pelo público, inclusive recebendo uma premiação do Oscar como melhor documentário. Assine Disney+ e assista todos os capítulos de onde quiser.

De herói a monstro

O arco de O.J na sociedade americana foi um dos mais complexos do século XXI. Primeiro, ele passou por uma trajetória que muitos sonham, sendo jogador profissional de futebol americano. Orenthal James Simpson defendeu Buffalo Bills e San Francisco 49ers em 11 temporadas da NFL.

Carismático e atlético, se transformou em garoto propaganda de várias marcas, até emplacar uma carreira como ator em filmes de comédia. Era essa a faceta que o público conhecia dele, o de um homem divertido e talentoso. 

Na série, a parte da idolatria é bem explicada, bem como a complexidade do momento que a comunidade negra nos Estados Unidos vivia nos anos 1980. Tensões raciais e violência policial excessiva eram o pano de fundo dessa história, embora O.J não se manifestasse abertamente para apoiar minorias. 

Em 1994, O.J voltou aos noticiários por um motivo horroroso: a acusação e fuga pelo homicídio de sua ex-esposa, Nicole Brown, e um amigo, Ronald Goldman. Foi nesse momento que imagem de Simpson sofreu maior abalo. 

O foco da série

Na série “O.J Simpson: Made in America”, a direção optou por contar o que levou O.J a cometer o crime e como as mesmas questões raciais da época também inclinaram a opinião pública a seu favor. No julgamento mais arrastado e difícil da história dos EUA, foi inevitável a influência da mídia no resultado.

O processo só foi concluído em 1995, com a absolvição de Simpson por falta de provas. Mas esse veredito, ainda hoje, é visto com desconfiança. O circo midiático até o fim do julgamento foi sem precedentes. A série não é só uma biografia esportiva, é também um registro de como a imprensa agiu na ocasião.

Para entender todos os aspectos dessa história surreal, assista aos cinco episódios da série no Disney+. Veja de onde quiser e no seu ritmo. Assine já e confira esse e outros documentários esportivos.”}]]