Marcelo Teixeira marca reunião com Carille e deve iniciar ajustes no Santos

Treinador se encontrará com alta cúpula do Clube na tarde desta quarta-feira (26)

Preocupação total no Leão do Mar


O Santos não retomou o caminho das vitórias ao entrar em campo para encarar o Mirassol, em partida válida pela 12ª rodada do Brasileirão Série B. Em partida disputada no interior paulista, as equipes ficaram apenas no 0 a 0 e o Peixe segue fora do G-4 da competição, com 19 pontos na quinta colocação.


ReadyNow

Após vencer o Goiás na 11ª rodada, por 2 a 0, a expectativa é que o Alvinegro engate uma sequência positiva, entrando na briga pelo topo da tabela, mas voltou a oscilar, o que deixa a situação de Carille bastante complicada.

Neste contexto, a torcida pede a demissão do treinador e até Fernando Diniz, que passou pelo Clube sem grande brilho, é um dos nomes pedidos para sua substituição.

Desta forma, a direção se movimenta nos bastidores, justamente para colocar o trabalho do atual comandante do Alvinegro Praiano em debate na alta cúpula do Clube.


Com a evolução do comércio eletrônico, PayRetailers inova para revolucionar o mercado de pagamentos - Startups
Avante NetWork - Casino Affiliate Platform | LinkedIn

iGaming & Gaming International Expo - IGI

Conversa crucial

Segundo o canal De Olho no Peixe, a diretoria agendou uma reunião com o treinador para a tarde desta quarta-feira (26). Na pauta, está uma análise geral do que tem sido realizado até aqui pela comissão técnica.

A ideia é identificar ajustes que possam ser feitos. Contudo, ainda de acordo com a informação do canal que cobre o cotidiano da Vila Belmiro, o rendimento da equipe tem causado muito descontentamento nos bastidores.

Vai sair demissão?

Mas, a tendência é que o treinador ainda não seja demitido e permaneça ao menos para o duelo contra a Chapecoense, que acontece na próxima segunda-feira (1), na Vila Belmiro.

Em entrevista coletiva após o empate, o treinador chegou a cobrar melhorias: “Uma atuação abaixo do que a gente imaginava, os primeiros minutos já trouxeram preocupação com erros de passes simples. Não melhoramos tecnicamente, mas brigamos mais, paramos a bola, não deixamos o rival ficar circulando a bola na área. Nosso desempenho não foi legal. Precisamos melhorar bastante se quisermos algo na competição”.

O que diz a torcida do Peixe

[[{“value”:”Treinador se encontrará com alta cúpula do Clube na tarde desta quarta-feira (26)
Preocupação total no Leão do Mar

O Santos não retomou o caminho das vitórias ao entrar em campo para encarar o Mirassol, em partida válida pela 12ª rodada do Brasileirão Série B. Em partida disputada no interior paulista, as equipes ficaram apenas no 0 a 0 e o Peixe segue fora do G-4 da competição, com 19 pontos na quinta colocação.

Após vencer o Goiás na 11ª rodada, por 2 a 0, a expectativa é que o Alvinegro engate uma sequência positiva, entrando na briga pelo topo da tabela, mas voltou a oscilar, o que deixa a situação de Carille bastante complicada.

Neste contexto, a torcida pede a demissão do treinador e até Fernando Diniz, que passou pelo Clube sem grande brilho, é um dos nomes pedidos para sua substituição.

Desta forma, a direção se movimenta nos bastidores, justamente para colocar o trabalho do atual comandante do Alvinegro Praiano em debate na alta cúpula do Clube.

Conversa crucial

Segundo o canal De Olho no Peixe, a diretoria agendou uma reunião com o treinador para a tarde desta quarta-feira (26). Na pauta, está uma análise geral do que tem sido realizado até aqui pela comissão técnica.

A ideia é identificar ajustes que possam ser feitos. Contudo, ainda de acordo com a informação do canal que cobre o cotidiano da Vila Belmiro, o rendimento da equipe tem causado muito descontentamento nos bastidores.

Vai sair demissão?

Mas, a tendência é que o treinador ainda não seja demitido e permaneça ao menos para o duelo contra a Chapecoense, que acontece na próxima segunda-feira (1), na Vila Belmiro.

Em entrevista coletiva após o empate, o treinador chegou a cobrar melhorias: “Uma atuação abaixo do que a gente imaginava, os primeiros minutos já trouxeram preocupação com erros de passes simples. Não melhoramos tecnicamente, mas brigamos mais, paramos a bola, não deixamos o rival ficar circulando a bola na área. Nosso desempenho não foi legal. Precisamos melhorar bastante se quisermos algo na competição”.

O que diz a torcida do Peixe”}]]