Mercado da bola: Santos e Sport abrem concorrência na Série B por Gustavo Mosquito

Atacante de 26 anos decidiu acionar a Justiça do Trabalho pedindo a rescisão do seu contrato no Corinthians

De olho no mercado:


O Santos sabe que não pode vacilar na Série B do Campeonato Brasileiro, até porque agora conseguiu se recuperar depois de um início de crise após 4 derrotas seguidas, que preocupou todo mundo.


ReadyNow

Com a permanência de Fábio Carille garantida, Marcelo Teixeira pretende ir ao mercado e trazer peças que estejam dentro do orçamento e que sejam 100% aprovadas pela comissão técnica para 2024.

Desde que passou a jogar a divisão de acesso, o teto salarial santista caiu bastante, ou seja, é necessário sonhar com alternativas que se adequem, justamente para que não vire ou problema ou invés de solução.

Um dos exemplos que vinha sendo cotado na Vila Belmiro era Gustavo Mosquito, do Corinthians, que não vinha recebendo tantas oportunidades. A questão é que existe uma concorrência pelo atacante.


Com a evolução do comércio eletrônico, PayRetailers inova para revolucionar o mercado de pagamentos - Startups
Avante NetWork - Casino Affiliate Platform | LinkedIn

iGaming & Gaming International Expo - IGI

Concorrência pelo atacante:

Da mesma forma que o Alvinegro Praiano, visando elevar o nível de seu plantel, o Sport Recife buscou informações sobre o camisa 19 corinthiano, que vive um imbróglio judicial atualmente no Timão.

De acordo com o portal NE45, Léo Cornacini, empresário do atacante, confirmou o interesse do Leão da Ilha, mas deixou claro que nada deve avançar até o que seja resolvido todo o litígio no Parque São Jorge.

Vale lembrar que, na última quarta-feira (3), o atleta acionou a Justiça do Trabalho pedindo a rescisão do seu contrato com o rival, alegando atraso no pagamento do FGTS e diretos de imagem.

Exterior também de olho:

No entanto, a liminar acabou sendo prontamente negada pelos juízes que julgaram o caso, deixando o clima do jogador bem ruim, tanto que não treinou mais com o elenco corinthiano desde então.

Importante destacar que, além dos nordestinos, Mosquito também tem proposta do futebol japonês, mas a continuidade no futebol brasileiro não está descartada, mesmo que não possa mais atuar na Série A, por já ter feito 10 jogos.

[[{“value”:”Atacante de 26 anos decidiu acionar a Justiça do Trabalho pedindo a rescisão do seu contrato no Corinthians
De olho no mercado:

O Santos sabe que não pode vacilar na Série B do Campeonato Brasileiro, até porque agora conseguiu se recuperar depois de um início de crise após 4 derrotas seguidas, que preocupou todo mundo.

Com a permanência de Fábio Carille garantida, Marcelo Teixeira pretende ir ao mercado e trazer peças que estejam dentro do orçamento e que sejam 100% aprovadas pela comissão técnica para 2024.

Desde que passou a jogar a divisão de acesso, o teto salarial santista caiu bastante, ou seja, é necessário sonhar com alternativas que se adequem, justamente para que não vire ou problema ou invés de solução.

Um dos exemplos que vinha sendo cotado na Vila Belmiro era Gustavo Mosquito, do Corinthians, que não vinha recebendo tantas oportunidades. A questão é que existe uma concorrência pelo atacante.

Concorrência pelo atacante:

Da mesma forma que o Alvinegro Praiano, visando elevar o nível de seu plantel, o Sport Recife buscou informações sobre o camisa 19 corinthiano, que vive um imbróglio judicial atualmente no Timão.

De acordo com o portal NE45, Léo Cornacini, empresário do atacante, confirmou o interesse do Leão da Ilha, mas deixou claro que nada deve avançar até o que seja resolvido todo o litígio no Parque São Jorge.

Vale lembrar que, na última quarta-feira (3), o atleta acionou a Justiça do Trabalho pedindo a rescisão do seu contrato com o rival, alegando atraso no pagamento do FGTS e diretos de imagem.

Exterior também de olho:

No entanto, a liminar acabou sendo prontamente negada pelos juízes que julgaram o caso, deixando o clima do jogador bem ruim, tanto que não treinou mais com o elenco corinthiano desde então.

Importante destacar que, além dos nordestinos, Mosquito também tem proposta do futebol japonês, mas a continuidade no futebol brasileiro não está descartada, mesmo que não possa mais atuar na Série A, por já ter feito 10 jogos.”}]]