R$ 75 milhões/ano: Leila Pereira recebe contrato no Palmeiras para fechar com Esportes da Sorte

Presidente do Verdão abriu disputa para definir o novo patrocinador máster a partir de 2025 e parece já ter um favorito para fechar o acordo

Novo patrocinador máster do SEP


Nesta semana, o Palmeiras divulgou em seu site oficial o balancete financeiro do clube, apresentado anteriormente ao Conselho de Orientação e Fiscalização (COF). Assim, o Verdão apresentou um novo superávit de quase R$ 4 milhões em maio. Com isso, a dívida com a Crefisa, de Leila Pereira, caiu de R$ 20 milhões para R$ 13,6 milhões.


ReadyNow

Até o fim do ano, certamente o Verdão vai quitar totalmente qualquer pendência com a patrocinadora máster do Clube. A propósito, a presidente Leila já deixou claro que não vai seguir no espaço nobre do uniforme em 2025.

Com o atual contrato da Crefisa chegando ao fim em dezembro, ela já abriu uma licitação para definir o novo patrocinador, que estampará a camisa em janeiro. No momento, o Esportes da Sorte, casa de apostas on-line, entregou à diretoria alviverde a maior das ofertas até o momento.

De acordo com informações do jornalista Jorge Nicola, nesta sexta-feira (5), a empresa, que já patrocina o time feminino, pretende desembolsar R$ 75 milhões anuais ao Palmeiras. É o maior valor até hoje ofertado ao Clube por um contrato de patrocínio em 110 anos de história.


Com a evolução do comércio eletrônico, PayRetailers inova para revolucionar o mercado de pagamentos - Startups
Avante NetWork - Casino Affiliate Platform | LinkedIn

iGaming & Gaming International Expo - IGI

Favorito na disputa: Esportes da Sorte

Para se ter uma noção, o contrato da Crefisa paga R$ 81 milhões anuais pela exposição no uniforme todo. O que o Esportes da Sorte propõe é somente o espaço na frente e nas costas da camisa. Com isso, sobram-se as mangas, omoplata e outras lacunas para o Clube lucrar.

Esportes da Sorte entra de vez na briga para patrocinar o Palmeiras no masculino a partir de 2025 – Foto: Paloma Cassiano/Palmeiras/by Canon

A ideia de Leila é bem clara: ela vai abrir mão de ser a patrocinadora máster, porém não quer exclusividade no seu uniforme a partir de 2025. As outras duas empresas que estão no páreo para patrocinador o Alviverde são a PixBet, outra casa on-line de apostas, e a BYD, montadora chinesa de automóveis.

Segundo Nicola, “há uma outra proposta de outra casa de apostas, mas inferior aos valores do Esportes da Sorte”. A Esportes da Sorte já banca R$ 22 milhões por temporada pelo espaço no peito e nas costas do time feminino.

Maiores valores da história do Verdão

Desta maneira, a casa de apostas se propõe a bancar R$ 97 milhões por ano com patrocínios no Palmeiras. O Corinthians, que faturava R$ 120 milhões por ano da Vaidebet, teve seu contrato rescindido no mês passado e está sem um patrocinador máster.

A oferta do Esportes da Sorte faria do Palmeiras dono do segundo maior contrato de patrocínio máster do país, só atrás do Flamengo, que conseguiu recentemente um reajuste no acordo com a Pixbet e passou a embolsar R$ 105 milhões por ano. O segundo lugar é do São Paulo, com R$ 52 milhões anuais da Superbet.

[[{“value”:”Presidente do Verdão abriu disputa para definir o novo patrocinador máster a partir de 2025 e parece já ter um favorito para fechar o acordo
Novo patrocinador máster do SEP

Nesta semana, o Palmeiras divulgou em seu site oficial o balancete financeiro do clube, apresentado anteriormente ao Conselho de Orientação e Fiscalização (COF). Assim, o Verdão apresentou um novo superávit de quase R$ 4 milhões em maio. Com isso, a dívida com a Crefisa, de Leila Pereira, caiu de R$ 20 milhões para R$ 13,6 milhões.

Até o fim do ano, certamente o Verdão vai quitar totalmente qualquer pendência com a patrocinadora máster do Clube. A propósito, a presidente Leila já deixou claro que não vai seguir no espaço nobre do uniforme em 2025.

Com o atual contrato da Crefisa chegando ao fim em dezembro, ela já abriu uma licitação para definir o novo patrocinador, que estampará a camisa em janeiro. No momento, o Esportes da Sorte, casa de apostas on-line, entregou à diretoria alviverde a maior das ofertas até o momento.

De acordo com informações do jornalista Jorge Nicola, nesta sexta-feira (5), a empresa, que já patrocina o time feminino, pretende desembolsar R$ 75 milhões anuais ao Palmeiras. É o maior valor até hoje ofertado ao Clube por um contrato de patrocínio em 110 anos de história.

Favorito na disputa: Esportes da Sorte

Para se ter uma noção, o contrato da Crefisa paga R$ 81 milhões anuais pela exposição no uniforme todo. O que o Esportes da Sorte propõe é somente o espaço na frente e nas costas da camisa. Com isso, sobram-se as mangas, omoplata e outras lacunas para o Clube lucrar.

Esportes da Sorte entra de vez na briga para patrocinar o Palmeiras no masculino a partir de 2025 – Foto: Paloma Cassiano/Palmeiras/by Canon

A ideia de Leila é bem clara: ela vai abrir mão de ser a patrocinadora máster, porém não quer exclusividade no seu uniforme a partir de 2025. As outras duas empresas que estão no páreo para patrocinador o Alviverde são a PixBet, outra casa on-line de apostas, e a BYD, montadora chinesa de automóveis.

Segundo Nicola, “há uma outra proposta de outra casa de apostas, mas inferior aos valores do Esportes da Sorte”. A Esportes da Sorte já banca R$ 22 milhões por temporada pelo espaço no peito e nas costas do time feminino.

Maiores valores da história do Verdão

Desta maneira, a casa de apostas se propõe a bancar R$ 97 milhões por ano com patrocínios no Palmeiras. O Corinthians, que faturava R$ 120 milhões por ano da Vaidebet, teve seu contrato rescindido no mês passado e está sem um patrocinador máster.

A oferta do Esportes da Sorte faria do Palmeiras dono do segundo maior contrato de patrocínio máster do país, só atrás do Flamengo, que conseguiu recentemente um reajuste no acordo com a Pixbet e passou a embolsar R$ 105 milhões por ano. O segundo lugar é do São Paulo, com R$ 52 milhões anuais da Superbet.”}]]