Entenda o que o Corinthians usa como arma para conversar Carrile a deixar Santos

Timão usa diversos artifícios para convencer treinador do Peixe de abandonar projeto

Corinthians tem cartas na manga


Desde a última terça-feira (2), quando o português António Oliveira foi demitido, o Corinthians vem correndo atrás de outro treinador para assumir o cargo à beira do campo que ficou vago. Com conversas encaminhadas com Ramón Díaz, o Timão tem como ‘Plano A’ o retorno de Fábio Carille.


ReadyNow

Para isso, o clube alvinegro vem usando diversas ferramentas para tentar convencer seu antigo técnico a deixar o Santos na Série B para assumir como treinador até o final da temporada de 2025.

O Corinthians já havia conversado com o empresário do treinador, Paulo Pitombeira, nas últimas semanas, mas, intensificou as conversas desde que António Oliveira saiu do cargo. A proposta apresentada pelo clube é considerada vantajosa financeiramente e faz o comandante do Peixe balançar.

Carille e sua comissão técnica receberiam mais que o dobro dos salários que atualmente o Santos paga. Além disso, o pacote ainda inclui luvas para a assinatura do contrato e um bônus conforme o desempenho do treinador.


Com a evolução do comércio eletrônico, PayRetailers inova para revolucionar o mercado de pagamentos - Startups
Avante NetWork - Casino Affiliate Platform | LinkedIn

iGaming & Gaming International Expo - IGI

Se salvar do rebaixamento, ganha mais!

Evitar o rebaixamento no Brasileirão e garantir uma vaga para a Libertadores ou Sul-Americana aumentariam os ganhos de Carille no Corinthians. Além disso, o treinador e sua comissão teriam premiações conforme o avanço das fases na Copa do Brasil. O Timão está nas oitavas de final de ambas as competições.

Tudo isso, junto dos atritos que Carille vem tendo com a cúpula do Santos, pode fazer o treinador aceitar a ida ao Corinthians. Caso o comandante dê sinal verde, o Timão está disposto a avançar na contratação e pagar a multa rescisória para o Peixe, que, segundo apuração do “GE”, é de aproximadamente R$ 2,5 milhões.

A diretoria alvinegra espera uma resposta definitiva de Carille já neste final de semana. Uma coisa que preocupava o Timão era a possibilidade de “herdar” o processo que o V-Varen Nagasaki, do Japão, move na Fifa contra o treinador pela rescisão de contrato antes do acerto com o Santos. O comandante foi acionado a pagar uma multa no valor de R$ 7,3 milhões.

Corinthians irritou Ramón Díaz

Enquanto esperavam a confirmação de Carille, o Corinthians estudou a contratação do argentino ex-Vasco. Mas, segundo informações do Meu Timão, Ramón e seu estafe mostraram certa irritação pela forma como a diretoria do clube alvinegro vem conduzindo as negociações.

A demora para uma solução e a forma de tratar Díaz como um ‘Plano B’ fez com que o experiente argentino recusasse no interesse de assumir o clube. Já havia um “OK” do comandante, mas até o momento não houve nenhuma avanço para sua chegada, principalmente com o Corinthians praticamente fechado com Carille.

[[{“value”:”Timão usa diversos artifícios para convencer treinador do Peixe de abandonar projeto
Corinthians tem cartas na manga

Desde a última terça-feira (2), quando o português António Oliveira foi demitido, o Corinthians vem correndo atrás de outro treinador para assumir o cargo à beira do campo que ficou vago. Com conversas encaminhadas com Ramón Díaz, o Timão tem como ‘Plano A’ o retorno de Fábio Carille.

Para isso, o clube alvinegro vem usando diversas ferramentas para tentar convencer seu antigo técnico a deixar o Santos na Série B para assumir como treinador até o final da temporada de 2025.

O Corinthians já havia conversado com o empresário do treinador, Paulo Pitombeira, nas últimas semanas, mas, intensificou as conversas desde que António Oliveira saiu do cargo. A proposta apresentada pelo clube é considerada vantajosa financeiramente e faz o comandante do Peixe balançar.

Carille e sua comissão técnica receberiam mais que o dobro dos salários que atualmente o Santos paga. Além disso, o pacote ainda inclui luvas para a assinatura do contrato e um bônus conforme o desempenho do treinador.

Se salvar do rebaixamento, ganha mais!

Evitar o rebaixamento no Brasileirão e garantir uma vaga para a Libertadores ou Sul-Americana aumentariam os ganhos de Carille no Corinthians. Além disso, o treinador e sua comissão teriam premiações conforme o avanço das fases na Copa do Brasil. O Timão está nas oitavas de final de ambas as competições.

Tudo isso, junto dos atritos que Carille vem tendo com a cúpula do Santos, pode fazer o treinador aceitar a ida ao Corinthians. Caso o comandante dê sinal verde, o Timão está disposto a avançar na contratação e pagar a multa rescisória para o Peixe, que, segundo apuração do “GE”, é de aproximadamente R$ 2,5 milhões.

A diretoria alvinegra espera uma resposta definitiva de Carille já neste final de semana. Uma coisa que preocupava o Timão era a possibilidade de “herdar” o processo que o V-Varen Nagasaki, do Japão, move na Fifa contra o treinador pela rescisão de contrato antes do acerto com o Santos. O comandante foi acionado a pagar uma multa no valor de R$ 7,3 milhões.

Corinthians irritou Ramón Díaz

Enquanto esperavam a confirmação de Carille, o Corinthians estudou a contratação do argentino ex-Vasco. Mas, segundo informações do Meu Timão, Ramón e seu estafe mostraram certa irritação pela forma como a diretoria do clube alvinegro vem conduzindo as negociações.

A demora para uma solução e a forma de tratar Díaz como um ‘Plano B’ fez com que o experiente argentino recusasse no interesse de assumir o clube. Já havia um “OK” do comandante, mas até o momento não houve nenhuma avanço para sua chegada, principalmente com o Corinthians praticamente fechado com Carille.”}]]