António Oliveira está “no limite” e diretoria do Corinthians busca soluções para encerrar crise; Entenda

O clube vem sofrendo com a represália de seus torcedores e busca soluções para encontrar o melhor futebol da equipe

Crise interna e externa


A situação nos bastidores do Corinthians é bastante delicada. Com os resultados negativos dentro de campo, a blindagem da comissão técnica em António Oliveira se rompeu.


ReadyNow

Enquanto o clube avança em acordo com patrocínio máster, os fatores externos do Timão estão atrapalhando a rotina no CT Joaquim Grava. A situação desconcentra os jogadores às vésperas do clássico.

Com isso, a comissão técnica e os jogadores buscam soluções para dar um fim ao clima hostil que se criou no CT. A situação ficou insustentável após a invasão de 33 torcedores ao local.

António Oliveira e jogadores estão abalados

Conforme informações do GE, o técnico António Oliveira, que vem deixando Ryan sem jogar há meses, é tido como alguém completamento sobrecarregado pelo momento do Corinthians.


Com a evolução do comércio eletrônico, PayRetailers inova para revolucionar o mercado de pagamentos - Startups
Avante NetWork - Casino Affiliate Platform | LinkedIn

iGaming & Gaming International Expo - IGI

O treinador é visto como uma pessoa muito cansada. Ele tem exposto seus questionamentos à diretoria durante entrevistas, ao mesmo tempo que se vê mais pressionado por seu trabalho. O Corinthians definiu que não demitirá ele por ora.

Lidando com a pressão do dia a dia, António Oliveira vem resolvendo situações. Recentemente, ele teve uma conversa pontual com Fausto Vera e se acertou com o jogador após farpas.

Clima hostil no CT

A invasão dos torcedores ao CT e ao Parque São Jorge virou o grande assunto nas conversas nos bastidores. O clube, inclusive, aguardava um novo protesto na sexta-feira (28), algo que não aconteceu.

Essas situações vêm incomodando tanto António Oliveira, quanto os jogadores do Corinthians. Muitos atletas vêm pedindo estabilidade para trabalhar no dia a dia.

Raniele, que chegou ao Corinthians em 2024, apontou que essas questões afetam o clima no trabalho. Para voltar aos bons resultados, o Timão enfrenta o Palmeiras na segunda-feira (1).

O que diz a web

[[{“value”:”O clube vem sofrendo com a represália de seus torcedores e busca soluções para encontrar o melhor futebol da equipe
Crise interna e externa

A situação nos bastidores do Corinthians é bastante delicada. Com os resultados negativos dentro de campo, a blindagem da comissão técnica em António Oliveira se rompeu.

Enquanto o clube avança em acordo com patrocínio máster, os fatores externos do Timão estão atrapalhando a rotina no CT Joaquim Grava. A situação desconcentra os jogadores às vésperas do clássico.

Com isso, a comissão técnica e os jogadores buscam soluções para dar um fim ao clima hostil que se criou no CT. A situação ficou insustentável após a invasão de 33 torcedores ao local.

António Oliveira e jogadores estão abalados

Conforme informações do GE, o técnico António Oliveira, que vem deixando Ryan sem jogar há meses, é tido como alguém completamento sobrecarregado pelo momento do Corinthians.

O treinador é visto como uma pessoa muito cansada. Ele tem exposto seus questionamentos à diretoria durante entrevistas, ao mesmo tempo que se vê mais pressionado por seu trabalho. O Corinthians definiu que não demitirá ele por ora.

Lidando com a pressão do dia a dia, António Oliveira vem resolvendo situações. Recentemente, ele teve uma conversa pontual com Fausto Vera e se acertou com o jogador após farpas.

Clima hostil no CT

A invasão dos torcedores ao CT e ao Parque São Jorge virou o grande assunto nas conversas nos bastidores. O clube, inclusive, aguardava um novo protesto na sexta-feira (28), algo que não aconteceu.

Essas situações vêm incomodando tanto António Oliveira, quanto os jogadores do Corinthians. Muitos atletas vêm pedindo estabilidade para trabalhar no dia a dia.

Raniele, que chegou ao Corinthians em 2024, apontou que essas questões afetam o clima no trabalho. Para voltar aos bons resultados, o Timão enfrenta o Palmeiras na segunda-feira (1).

O que diz a web”}]]