Com Marcus D’Almeida, Brasil define os convocados no tiro com arco em Paris

Número 1 do mundo, Marcus terá a companhia de Ana Luiza Caetano, com quem também disputará a competição mista nos Jogos Olímpicos

Definidos


A Confederação Brasileira de Tiro com Arco anunciou, neste domingo (30), os dois brasileiros que vão representar a modalidade nos Jogos Olímpicos de Paris: Marcus D’Almeida e Ana Luiza Caetano.


ReadyNow

Número 1 do ranking mundial, Marcus era uma escolha apenas protocolar. O arqueiro, um dos nomes mais consolidados no cenário internacional, irá como uma das esperanças de medalha do Brasil.

Na última semana, D’Almeida levou a medalha de prata na etapa da Copa do Mundo de Antalya, na Turquia, após perder a final para o sul-coreano Kim Woo-jin na flecha de desempate. Este foi o último evento antes das Olimpíadas.

No feminino, Ana Luiza venceu a disputa interna contra Ana Machado para ser a escolhida aos Jogos de Paris. Caetano, inclusive, vem atuando em competições mistas com Marcus, o que se repetirá na capital francesa.


Com a evolução do comércio eletrônico, PayRetailers inova para revolucionar o mercado de pagamentos - Startups
Avante NetWork - Casino Affiliate Platform | LinkedIn

iGaming & Gaming International Expo - IGI

Machado, que conseguiu a vaga olímpica nos Jogos Pan-Americanos de Santiago, acabou sendo preterida mesmo estando na 36ª posição do ranking. Em ascensão, Ana Luiza é apenas a 64ª do mundo.

Tiro com arco em Paris

Em Paris, o tiro com arco irá acontecer na primeira semana dos Jogos, entre os dias 25 de julho e 4 de agosto no Hotel des Invalides.

O Brasil estará na disputa por três medalhas: Recurvo Individual (masculino e feminino) e no Misto. Nas equipes, o país não conseguiu vaga em nenhum dos gêneros.

[[{“value”:”Número 1 do mundo, Marcus terá a companhia de Ana Luiza Caetano, com quem também disputará a competição mista nos Jogos Olímpicos
Definidos

A Confederação Brasileira de Tiro com Arco anunciou, neste domingo (30), os dois brasileiros que vão representar a modalidade nos Jogos Olímpicos de Paris: Marcus D’Almeida e Ana Luiza Caetano.

Número 1 do ranking mundial, Marcus era uma escolha apenas protocolar. O arqueiro, um dos nomes mais consolidados no cenário internacional, irá como uma das esperanças de medalha do Brasil.

Na última semana, D’Almeida levou a medalha de prata na etapa da Copa do Mundo de Antalya, na Turquia, após perder a final para o sul-coreano Kim Woo-jin na flecha de desempate. Este foi o último evento antes das Olimpíadas.

No feminino, Ana Luiza venceu a disputa interna contra Ana Machado para ser a escolhida aos Jogos de Paris. Caetano, inclusive, vem atuando em competições mistas com Marcus, o que se repetirá na capital francesa.

Machado, que conseguiu a vaga olímpica nos Jogos Pan-Americanos de Santiago, acabou sendo preterida mesmo estando na 36ª posição do ranking. Em ascensão, Ana Luiza é apenas a 64ª do mundo.

Tiro com arco em Paris

Em Paris, o tiro com arco irá acontecer na primeira semana dos Jogos, entre os dias 25 de julho e 4 de agosto no Hotel des Invalides.

O Brasil estará na disputa por três medalhas: Recurvo Individual (masculino e feminino) e no Misto. Nas equipes, o país não conseguiu vaga em nenhum dos gêneros.”}]]