Com Rafael Paiva, o Vasco recuperou a competitividade no Brasileirão

O Gigante da Colina enfrentou o Botafogo em São Januário, após empate, o bom trabalho do interino segue em evidência

Apesar do empate, a equipe convence


O Vasco da Gama entrou em campo na noite de ontem (29), em São Januário, onde a equipe vascaína empatou com o Botafogo por 1 a 1, e corre riscos de terminar a rodada na zona de rebaixamento.


ReadyNow

Apesar do empate dentro de casa, há pontos a serem ressaltados no elenco do Gigante da Colina. Apesar da superioridade no segundo tempo, quem abriu o placar foi o Alvinegro, na sequência, Vegetti garantiu o empate.

Algo que se tornou uma marca da equipe desde que Rafael Paiva assumiu o comando, após a demissão de Álvaro Pacheco, é o espírito de batalha da equipe, que luta a cada segundo pelos resultados.

Tanto que, o Gigante não leva mais tantos gols, como ocorrido nas primeiras rodadas sob o comando do português. O setor defensivo tem se mostrado mais organizado, e os espaços no meio campo diminuíram drasticamente.


Com a evolução do comércio eletrônico, PayRetailers inova para revolucionar o mercado de pagamentos - Startups
Avante NetWork - Casino Affiliate Platform | LinkedIn

iGaming & Gaming International Expo - IGI

Jovens fazendo diferença

Um dos pontos cruciais para o sucesso do trabalho de Paiva, é o uso de jovens jogadores das categorias de base. Na noite de ontem, JP foi um dos grandes destaques do meio campo Cruz-Maltino.

Outro jogador que chegou bem no profissional, é o meio campista Guilherme Estrella, que contribuiu com um belo gol em sua primeira partida como profissional. Na noite de ontem, ele saiu lesionado ainda no primeiro tempo.

Toda essa mudança, põe em questão se realmente é necessária a contratação de um novo treinador, levando em consideração que Rafael Paiva conhece o elenco que tem à disposição e conquistou pontos valiosos.

Na próxima rodada do Brasileirão, novamente em São Januário, o Vasco da Gama enfrenta o Fortaleza, em partida que será realizada na próxima quarta-feira (03), às 20h. O Gigante busca manter o tabu em São Januário.

O que o torcedor acha do trabalho de Paiva?

[[{“value”:”O Gigante da Colina enfrentou o Botafogo em São Januário, após empate, o bom trabalho do interino segue em evidência
Apesar do empate, a equipe convence

O Vasco da Gama entrou em campo na noite de ontem (29), em São Januário, onde a equipe vascaína empatou com o Botafogo por 1 a 1, e corre riscos de terminar a rodada na zona de rebaixamento.

Apesar do empate dentro de casa, há pontos a serem ressaltados no elenco do Gigante da Colina. Apesar da superioridade no segundo tempo, quem abriu o placar foi o Alvinegro, na sequência, Vegetti garantiu o empate.

Algo que se tornou uma marca da equipe desde que Rafael Paiva assumiu o comando, após a demissão de Álvaro Pacheco, é o espírito de batalha da equipe, que luta a cada segundo pelos resultados.

Tanto que, o Gigante não leva mais tantos gols, como ocorrido nas primeiras rodadas sob o comando do português. O setor defensivo tem se mostrado mais organizado, e os espaços no meio campo diminuíram drasticamente.

Jovens fazendo diferença

Um dos pontos cruciais para o sucesso do trabalho de Paiva, é o uso de jovens jogadores das categorias de base. Na noite de ontem, JP foi um dos grandes destaques do meio campo Cruz-Maltino.

Outro jogador que chegou bem no profissional, é o meio campista Guilherme Estrella, que contribuiu com um belo gol em sua primeira partida como profissional. Na noite de ontem, ele saiu lesionado ainda no primeiro tempo.

Toda essa mudança, põe em questão se realmente é necessária a contratação de um novo treinador, levando em consideração que Rafael Paiva conhece o elenco que tem à disposição e conquistou pontos valiosos.

Na próxima rodada do Brasileirão, novamente em São Januário, o Vasco da Gama enfrenta o Fortaleza, em partida que será realizada na próxima quarta-feira (03), às 20h. O Gigante busca manter o tabu em São Januário.

O que o torcedor acha do trabalho de Paiva?”}]]